Conecte-se conosco

Geral

Alta Floresta: Policial Penal Warlen Dantas Pinto é enterrado com homenagens da tropa da Polícia Penal

Publicado

em

Amigos, familiares, conhecidos e colegas de profissão prestaram as últimas homenagens a Warlen Dantas Pinto, durante cortejo fúnebre, realizado na manhã desta terça-feira (20), no município de Alta Floresta do Oeste/RO, onde reside sua família.

Warlen Dantas Pinto, de 45 anos sofreu um infarto fulminante, conforme informações, o Policial Penal havia acabado de chegar no sistema prisional e conversava com amigos e de repente passou a se queixar de dores na região do peito, logo vindo a cair ao solo.

Warlen Dantas, lotado desde o ano de 2009 no quadro da SEJUS (Secretaria da Justiça), deixa a esposa e dois filhos. Ele trabalhava na parte administrativa do GAPE (Grupo de Ações Penitenciárias Especiais), mas há cerca de um mês trabalhava como gerente substituto na Regional, em Rolim de Moura.

Fonte – Portal Princesa Web.

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Geral

Começa a faltar cervejas em cidades do Cone Sul e produto pode subir de preço

Publicado

em

Por

Alguns comerciantes de Vilhena estão comprando bebidas em Manaus
 
A falta de matéria-prima importada para a fabricação de cervejas pode deixar as festas de final de ano dos moradores do Cone Sul de Rondônia ainda mais sem sabor do que o que já têm prometido as restrições da pandemia.
 
Como se já não bastasse a dificuldade que muitos terão para reunir familiares e amigos nas ceias de natal e virada de ano, a escassez da bebida mais popular do Brasil promete deixar muitas gargantas secas.
 
A cerca de um mês do natal, as distribuidoras de bebidas do Cone Sul já estão sofrendo com a dificuldade em atender os pedidos de cervejas, recebendo dos revendedores sempre a mesma justificativa de que falta matéria-prima, que seria reflexo da crise sanitária que assola o mundo e que as “poucas” remessas fabricadas acabam ficando nos Estados onde se localizam as indústrias, não conseguindo atender a demanda dos mais distantes, como é o caso da região Norte.
 
A reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE falou com os proprietários das principais distribuidoras de bebidas de Vilhena, Colorado, Cerejeiras e Cabixi onde a queixa é a mesma: “está faltando cervejas há quase três meses no mercado”.
 
Com um baque significativo nas vendas, que somam quase 80% dos lucros, os proprietários se mostram preocupados, pois o consumo de energia se mantém o mesmo com a conservação das demais bebidas, porém, estas sozinhas não pagam as contas das empresas.
 
No ramo a 15 anos, o proprietário da distribuidora de bebidas mais popular de Colorado afirmou que nos finais de dezembro sempre é comum faltar cervejas por causa da demanda, que aumenta significativamente, e as vezes os estoques da empresa não suportam, mas por falta do produto, ainda mais nos meses que antecedem o Natal, esta é a primeira vez que presencia tal fato.
 
Para se virar, alguns empresários de Vilhena estão realizando compras em Manaus (AM), onde o produto é entregue em Porto Velho e eles precisam pagar fretes caros. Isso acaba gerando outro problema para o consumidor, que é o aumento do preço da bebida quando vai para as gôndolas. Dentre as marcas que mais tem faltado no mercado estão a Heineken e outras marcas consideradas “especiais”.
 
Com isso, quem já estava assustado com o preço do arroz e não fica sem uma cervejinha, deve preparar o bolso, pois se a produção não voltar ao normal nos próximos dias, “cervejas terão que ser compradas por dose”.Fonte: Folha do Sul
Autor: Leir Freitas

Continue lendo

Geral

Procon orienta lojistas sobre as regras de proteção contra a Covid-19 na “Black Friday”

Publicado

em

Por

Procon notificou oficialmente e se reuniu com a gerência do Shopping, ajustando uma série de medidas que já constam do protocolo de proteção à saúde do consumidor

O Programa de Orientação e Defesa do Consumidor de Rondônia (Procon) confirmou nesta quarta-feira (25) que vai manter suas equipes de prontidão para fazer cumprir as regras de proteção aos direitos e saúde do consumidor durante o evento de compras com descontos conhecido como “Black Friday”, de sexta-feira a domingo (27, 28 e 29) no Porto Velho Shopping.

Conforme garantiu o coordenador estadual do órgão, advogado Ihgor Rego, o Procon notificou oficialmente e se reuniu com a gerência do Shopping esta semana, ajustando uma série de medidas que já constam do protocolo de proteção à saúde do consumidor, além de outras relativas aos direitos previstos na relação de consumo, tudo para evitar a disseminação da Covid-19 e o abuso, fraude e práticas enganosas contra e em prejuízos para o consumidor.

Segundo o Procon, o Porto Velho Shopping estará aberto durante 24 horas, de modo que o consumidor pode escolher o horário para fazer suas compras, evitando aglomerações desnecessárias como ocorreu na última edição (em 2019) da “Black Friday”, quando foi definido tempo para abrir e fechar as lojas. Ele disse que, com essa simples medida, aliada a outras não menos importantes como o uso de álcool em gel, máscaras e distanciamento social obrigatório será possível evitar a disseminação do coronavírus, sem prejuízo das ações de fiscalização que o órgão fará para defender os direitos do consumidor.

Ihgor Rego também destacou que, da mesma forma, repassou toda orientação para o comércio em geral, de modo a manter o mesmo rigor com as medidas de segurança, principalmente em respeito ao consumidor, evitando abusos e práticas enganosas. “Nenhum comerciante é obrigado a participar do evento (Black Friday), mas se aderir será exigido um compromisso verdadeiro, com descontos reais”, disse o coordenador do Procon, chamando a atenção do lojista para que atente a este fato.

Nenhum comerciante é obrigado a participar da Black Friday, mas se aderir deve praticar descontos verdadeiros

ATENDIMENTO NO PORTO VELHO SHOPPING

O titular do Procon informou que como resultado da reunião que manteve com a gerência do Porto Velho Shopping, ficou acertado para o período de “Black Friday” que será adotada uma série de medidas práticas de proteção e segurança, e que para facilitar a vida do consumidor, além das compras presenciais, o Shopping também estará oferecendo modalidades de compra online, sistema de entrega delivery, drive-thru e Retire Aqui, com entregas devidamente higienizadas.

Por seu turno, o Porto Velho Shopping informou que para fazer suas compras na modalidade delivery, o cliente deve entrar em contato diretamente com as lojas pelos canais disponíveis, sobretudo pelo WhatsApp, agendar a forma de pagamento para receber as compras em sua casa. Pelo sistema drive-thru o cliente retira os produtos sem precisar sair do carro. Já o sistema Retire Aqui (Lockers), consiste em armários inteligentes para compras online e retiradas no shopping. Por ele, o cliente entra em contato com a loja, efetua a compra – via WhatsApp ou loja virtual – e retira o produto no shopping, usando SMS ou o QR Code disponibilizado pela marca para destrancar a gaveta e dar acesso aos produtos da compra.

Ao contrário do ano passado, o Shopping irá funcionar por 38 horas, ininterruptamente, visando diluir o fluxo de atendimento, e também, para evitar aglomerações. E com este fim, algumas lojas que tradicionalmente atraem um maior número de clientes, já estão oferecendo descontos de Black Friday antecipadamente.

Ao fim da reunião com a gerência do Porto Velho Shopping, o coordenador do Procon reforçou a exigência da adoção de medidas de segurança como instalação de pontos de álcool em gel, campanhas de conscientização por meio de propagandas, adesivos e/ou banners, além de cuidados redobrados com a limpeza de áreas, colocação de marcas no piso para orientar o distanciamento social de dois metros, além de uma competente orientação quanto ao fluxo de pessoas, devendo ser observada a limitação de 50% da área de circulação interna, conforme disposto no Decreto n° 25.470/2020 do Governo do Estado de Rondônia.


Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo

Geral

DER: recapeamento asfáltico no trecho urbano da RO-470 em Vale do Paraíso Ro

Publicado

em

Por

No total, os serviços na rodovia 470 atenderão 36 quilômetros, sendo 19 quilômetros com trabalhos de recuperação e 17 quilômetros de asfalto novo

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER-RO), avança nos serviços de recuperação e pavimentação da RO-470. Em visita ao local da obra no último sábado (21), o diretor-geral do DER, Elias Rezende, informou que as equipes estão atendendo o perímetro urbano da rodovia em Vale do Paraíso.

“Chegou a vez do trecho urbano da RO-470 receber o recapeamento do asfalto. Mesmo com o início do período de chuvas, o governador Marcos Rocha determinou que as equipes continuem avançando nas ações para garantir melhorias na trafegabilidade em todas as regiões do Estado. Estamos trabalhando intensamente para melhorar nossas estradas com qualidade e economia”, destaca o gestor do DER.

No perímetro urbano da RO-470, em Vale do Paraíso, serão 2,5 KM atendidos e 525 toneladas de asfalto

Ele também informou que, no total, os trabalhos executados pela 3ª Residência Regional do DER e pela Usina de Asfalto de Ji-Paraná atenderão todo o trecho da rodovia 470 que interliga Ouro Preto e Vale do Paraíso, garantindo acesso à BR-364.

“A RO-470 está entre as rodovias que estão recebendo uma atenção especial das equipes técnicas. Com estudos do solo, realizados pelos laboratoristas do DER, conseguimos diagnosticar a melhor forma de preparação da base primária e aplicação do asfalto, identificando pontos críticos para elevação da pista, quando necessário, além de evitar desperdícios de massa asfáltica na aplicação da espessura correta. Assim, homens e máquinas do DER seguem executando os trabalhos com qualidade técnica, além da fiscalização intensa”, informa o gestor da pasta.

Responsável pelas Usinas de Asfalto do DER, o coordenador, engenheiro Sávio Ricardo, informa que no perímetro urbano da RO-470, em Vale do Paraíso, serão 2,5 km atendidos. “No total, os serviços na rodovia 470 atenderão 36 quilômetros, sendo 19 quilômetros com trabalhos de recuperação e 17 quilômetros de asfalto novo”, informa o coordenador das Usinas de Asfalto.


Fonte
Texto: Gabriela Mourão
Fotos: Karina Provate e Adriano Fortunato
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: