Conecte-se conosco

Destaques

Nuvem de gafanhotos está a 130 km do Brasil e do Uruguai, diz governo da Argentina

Publicado

em

Porém, o comportamento do inseto não é contínuo, não sendo possível afirmar que a nuvem vá atravessar a fronteira ainda nesta quarta-feira.

Clima pode determinar chegada

Segundo a Somar Meteorologia, a faixa Oeste do Rio Grande do Sul está em atenção, mas a chance de grandes estragos é baixa devido à mudança de tempo prevista para acontecer nos próximos dias.

Existe um risco menor da nuvem chegar ao oeste de Santa Catarina, porém, a avaliação de especialistas ouvidos pelo G1 é de que apenas uma mudança drástica na condição dos ventos na Argentina poderia fazer com os insetos cheguem ao estado.

Brasil prepara uso de aviões

O governo brasileiro já estuda medidas para controlar os insetos, caso cheguem ao país. O sindicato que representa as empresas de aviação agrícola (Sindag) colocou à disposição do Ministério da Agricultura os 426 aviões pulverizadores que o Rio Grande do Sul possui.

“A aviação agrícola é considerada mundialmente uma das principais armas no combate a nuvens de gafanhotos”, disse em nota o diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle.

Especialistas alertam que o controle do inseto deve ser feito e orientado pelas autoridades do país, no caso o Ministério da Agricultura.

Segundo a entidade, a ferramenta é utilizada nesse tipo de operação inclusive em ações da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) na África.

“Não por acaso, foi determinante para o surgimento do setor no Brasil, em 1947, no Rio Grande do Sul. O primeiro voo agrícola brasileiro foi em 19 de agosto daquele ano, contra gafanhotos que dizimavam lavouras na região de Pelotas.”

O Brasil possui a segunda maior frota de aviação agrícola do mundo, com 2.280 aeronaves.

Alerta no Sul

O ministério pediu que a Superintendências Federais de Agricultura e aos órgãos estaduais de Defesa Agropecuária para que realizem o monitoramento das lavouras e orientem os agricultores, principalmente os do Rio Grande do Sul, a adotarem eventuais medidas de controle da praga, caso a nuvem chegue ao Brasil.

Nuvem de gafanhotos ataca lavouras na Argentina — Foto: Divulgação/Governo da Província de Córdoba

Nuvem de gafanhotos ataca lavouras na Argentina — Foto: Divulgação/Governo da Província de Córdoba

A Emater do Rio Grande do Sul também orientou os produtores da Fronteira Oeste do estado.

“As autoridades fitossanitárias brasileiras encontram-se em permanente contato com as autoridades argentinas, bolivianas e paraguaias, por meio do Grupo Técnico de Gafanhotos do Comitê de Sanidade Vegetal (Cosave)”, reforçou o Ministério da Agricultura, em nota divulgada nesta terça-feira (23).

Praga pouco conhecida

Segundo um relatório do Ministério da Agricultura da Argentina, a espécie de gafanhoto que avança na América do Sul, chamada Schistocerca cancellata, causou danos severos à produção do país nos anos 1960 e é considerada uma “praga pouco conhecida”.

Novos ataques do inseto voltaram a ser relatados no país vizinho somente em 2015 e se repetiram em 2017 e 2019. Os argentinos afirmam que o inseto não traz nenhum risco aos humanos e nem é vetor de doenças.

De acordo o Ministério da Agricultura do Brasil, esses gafanhotos estão no país desde o século 19 e causaram grandes perdas às lavouras de arroz na região Sul do país nas décadas de 1930 e 1940. Mas as nuvens não se formam desde então.

Fonte: G1

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Coronavirus

Urgente – Primeira-dama testa positivo para Coronavírus e governador também entra em quarentena

Publicado

em

Por

A primeira-dama de Rondônia Luana Nunes testou positivo para o novo Coronavírus, entrou em quarentena e será acompanhada pelo governador Marcos Rocha (PSL). O anúncio foi feito pelo próprio chefe do Executivo nas redes sociais na noite deste domingo (12). Marcos Rocha explicou que fez o teste na semana passada, mas deu negativo.

Com o exame da esposa, os médicos entenderam que ele deve repetir o exame e ficar em quarentena. O governador também falou sobre o estado de saúde do secretário Fernando Máximo. Disse que o assessor está reagindo ao tratamento, mas segue na UTI.

A primeira-dama deve seguir o tratamento defendido pelo Governo e pelo presidente Jair Bolsonaro, a base de Cloroquina.

fonte. rondoniagora.

Continue lendo

Coronavirus

Alta Floresta registra o primeiro óbito do covid-19 e sobe numero de curados, confira o boletim

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU), divulgou mais um boletim referente a este domingo (12), sobre o COVID-19 em Alta Floresta D’Oeste, onde mais 02 casos foram registrados como positivos, totalizando 158 casos confirmados.

Veja os números:

Casos confirmados: 158
Casos curados: 124
Casos suspeitos: 39
Casos em tratamento: 34
Casos descartados: 527
Casos notificados: 724
Caso confirmado e internado: 02
Suspeitos internados: 01
Em UTI: 01.

Óbitos 01.

Fonte – Decom

Continue lendo

Coronavirus

Edição 118 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Publicado

em

Por

Dos 26.728 casos de covid-19 confirmados em Rondônia, 15.656 são em Porto Velho

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado.

No domingo (12) foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Casos confirmados – 26.728
Pacientes recuperados – 15.755
Óbitos – 628
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 298
Pacientes internados na Rede Privada – 61
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 45
Total de pacientes internados – 404
Testes Realizados – 95.244
Aguardando resultados do Lacen – 1.343

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março até hoje (12 de julho), por Covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 12/07/2020
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS RECUPERADOS ÓBITOS
Porto Velho 15.656 8.017 425
Guajará-Mirim 1.720 991 59
Ariquemes 1.702 1.324 27
Jaru 877 686 10
Candeias do Jamari 742 483 13
São Miguel do Guaporé 728 697 9
Ji-Paraná 701 442 12
Vilhena 699 526 8
Rolim de Moura 468 252 5
Nova Mamoré 399 213 5
Cacoal 398 326 5
Ouro Preto do Oeste 260 177 8
Pimenta Bueno 228 173 4
Itapuã do Oeste 184 94 1
Buritis 179 127 3
Alta Floresta D’Oeste 155 98 0
Machadinho D’Oeste 155 103 2
Cujubim 117 90 4
Espigão D’Oeste 107 84 2
Alto Paraíso 93 62 4
Presidente Médici 81 32 3
Monte Negro 73 55 1
Pimenteiras do Oeste 69 42 1
Campo Novo de Rondônia 66 47 3
Alto Alegre dos Parecis 60 37 1
Seringueiras 60 29 0
Mirante da Serra 58 54 2
São Francisco do Guaporé 57 47 1
Vale do Anari 52 40 0
Colorado do Oeste 51 34 0
Nova União 50 38 0
Governador Jorge Teixeira 46 40 0
Cerejeiras 43 28 3
Theobroma 43 34 0
Nova Brasilândia D’Oeste 42 22 0
Rio Crespo 38 26 0
Costa Marques 31 26 1
Alvorada D’Oeste 29 19 1
Urupá 27 26 0
Vale do Paraíso 24 10 0
Castanheiras 23 19 0
Novo Horizonte do Oeste 23 15 1
São Felipe D’Oeste 21 14 0
Cabixi 20 3 2
Santa Luzia D’Oeste 19 14 0
Cacaulândia 15 15 0
Chupinguaia 15 8 0
Teixeirópolis 8 4 0
Corumbiara 5 4 0
Primavera de Rondônia 5 5 0
Ministro Andreazza 3 2 1
Parecis 3 1 1
Rondônia 26.728 15.755 628

ÚLTIMAS 24 HORAS

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para Covid-19:

MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 42 8
Guajará-Mirim 0 0
Ariquemes 80 2
Jaru 0 0
Candeias do Jamari 42 0
São Miguel do Guaporé 0 0
Ji-Paraná 7 0
Vilhena 2 0
Rolim de Moura 0 0
Nova Mamoré 5 0
Cacoal 10 0
Ouro Preto do Oeste 1 0
Pimenta Bueno 0 1
Itapuã do Oeste 11 0
Buritis 2 0
Alta Floresta D’Oeste 3 0
Machadinho D’Oeste 4 0
Cujubim 2 0
Espigão D’Oeste 2 0
Alto Paraíso 0 0
Presidente Médici 6 0
Monte Negro 0 0
Pimenteiras do Oeste 0 0
Campo Novo de Rondônia 0 0
Alto Alegre dos Parecis 3 0
Seringueiras 0 0
Mirante da Serra 1 0
São Francisco do Guaporé 0 0
Vale do Anari 0 0
Colorado do Oeste 0 0
Nova União 0 0
Governador Jorge Teixeira -4 0
Cerejeiras 5 0
Theobroma 0 0
Nova Brasilândia D’Oeste 1 0
Rio Crespo 0 0
Costa Marques 0 0
Alvorada D’Oeste 0 0
Urupá 1 0
Vale do Paraíso 0 0
Castanheiras 0 0
Novo Horizonte do Oeste 0 0
São Felipe D’Oeste 0 0
Cabixi 1 0
Santa Luzia D’Oeste 5 0
Cacaulândia 0 0
Chupinguaia 0 0
Teixeirópolis 0 0
Corumbiara 0 0
Primavera de Rondônia 0 0
Ministro Andreazza 0 0
Parecis 0 0
Rondônia 232 11

Hoje (12) foram registrados 11 óbitos por Covid-19 em Rondônia, oito em Porto Velho, sendo três mulheres (31, 38 e 53 anos), cinco homens (62, 65, 73, 75 e 89 anos); dois homens em Ariquemes (50, 52) e um homem de 33 anos no município de Pimenta Bueno.

Após investigação epidemiológica foram constatados registros a mais no município de Governador Jorge Teixeira, em decorrência de duplicidade de registro de casos. Essas alterações de números de casos acontecem porque o mesmo paciente pode procurar dois pontos de atendimento e ter sua notificação duplicada. Os dados já foram ajustados no sistema. Estatisticamente deve-se considerar que há registros a mais na edição anterior referentes a este município.

OBSERVAÇÕES

  1. Os dados diários podem sofrer alterações;
  2. Os casos e óbitos notificados/ocorridos após meio dia serão divulgados no boletim do dia seguinte.
  3. Os óbitos precisam ser investigados, ficando portanto, as informações, passíveis de alteração para mais ou para menos, bem como o provável local de infecção.

A Agevisa ressalta que os dados não são lidos e atualizados imediatamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), por isso há atraso (delay) no registro de casos que estão sendo acompanhados diariamente por equipes de saúde nos municípios.

Para informações sobre internados por unidades de saúde e municípios, assim como os demais detalhes, acesse o Painel Interativo da Covid-19 em Rondônia, através do endereço: covid19.sesau.ro.gov.br.

Fonte
Texto: Mineia Capistrano
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: