fbpx
Conecte-se conosco

Saúde

URGÊNCIA: Fhemeron diz que estoque de sangue está baixo e necessita de doadores

Publicado

em

Sangue dos tipos O+ e O – são os mais procurados, mas outros tipos são necessários também.

GOVERNO DE RO – “Sentimento de ajudar outras pessoas que possam precisar de sangue, principalmente aquelas que estão no hospital. Essa doação é um sentimento de amor ao próximo”, disse o militar Roberto Pereira Lacerda, 35 anos, que doa sangue regularmente na Fundação de Hematologia e Hemoterapia (Fhemeron), em Porto Velho. “Com uma doação, é possível salvar até quatro vidas. É um simples gesto de amor e solidariedade”.
O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver. Por isso, a Fhemeron reforça periodicamente a importância, para que todos os rondonienses possam adotar a cultura solidária da doação regular de sangue.
O Dia Mundial do Doador Voluntário de Sangue é comemorado em 14 de junho, e no dia 25 de novembro é o Dia Nacional do Doador de Sangue, mas todos os dias são de possibilidades para ajudar a salvar vidas. “E o mínimo que posso fazer, quando decidi doar pensei que já recebi tantas coisas e deveria agradecer com a doação de sangue”, disse a doadora Sayonara de Oliveira Souza.
Doadora há alguns anos da Fhemeron, Sayonara incentiva os futuros doadores. “Incentivo outras pessoas a dor sangue e deixar o medo de lado, com o propósito de bem maior, de salvar vida. A pessoa não gasta nenhuma uma hora do seu tempo, é o mínimo para fazer um pelo outro. Não precisa vir todos os meses para fazer a doação, somente a cada quatro meses”.
PARCEIROS
A assistente social e gerente de captação da Fhemeron, Maria Luiza Pereira, comenta a melhora nas doações com as campanhas que estão sendo mobilizadas pela sociedade em Porto Velho, mas alerta que ainda não são suficientes. “Estamos precisando muito das parcerias das empresas, das instituições públicas, privadas e militares, e são essas parcerias que contribuem com os estoques de sangue. Nesse momento estamos precisando de tipo sanguíneo O+ e O -, é o tipo de sangue que mais se transfunde”, explica a assistente social.
“Precisamos que as pessoas evitem trazer para os hemocentros idosos e crianças, ainda mais que a recomendação é para que fiquemos em casa. Mas, como a vida é algo que não pode parar e sempre tem alguém precisando da solidariedade, convidamos aos que estão em casa para serem doadores de sangue”, explica Maria Luiza, reforçando aos doadores que se dirijam à Fhemeron sozinhos ou com um acompanhante, também doador.
ATENDIMENTO
O horário de atendimento nas unidades da Fhemeron em Porto Velho e no Interior passou a ser de 7h15 às 12h, de segunda-feira a sábado. Os doadores podem agendar seu horário de doação por telefone 3216-2234 (no horário do expediente ) ou enviar mensagem via whatssap para o 98464-0125, com dia e horário, para doação que será automaticamente agendada.

Fonte: GOVERNO RO

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Saúde

Parecis recebe doação de 50 kit’s Covid-19, do Grupo César Cassol Energia e Calcário

Publicado

em

O Grupo César Cassol Energia e Calcário entregou, na última terça-feira, 26, (50) “kits saúde” com medicamentos para combate ao novo Coronavírus. O material foi entregue ao fundo municipal de Saúde (Fms) de Parecis. A vice-prefeita, Fabiene Alves da Silva, ladeada pelo secretário de saúde Sergio de Araújo, recebeu os kits das mãos de Cesar Cassol.

O kit, apelidado de “kit covid-19”, contém um frasco com 6 cápsulas de hidroxicloroquina; uma cartela com cinco comprimidos de azitromicina; uma cartela com dez comprimidos de dipirona; um pacote com quatro cápsulas de ivermectina e uma cartela de AAS. Além dos 50 kit’s saúde, foi doado também um pacote com 400 cápsulas de ivermectina. Para o empresário César Cassol, a ação ajudará a reforçar o combate ao coronavírus, já nos primeiros sintomas da doença. 

O secretário de saúde, Sérgio de Araújo, reforçou que a doação foi realizada de coração. “Esperamos que possa atender as pessoas que precisam. Agradeço ao César Cassol que sempre está de portas abertas para ajudar Parecis”, frisou. 

A vice-prefeita Fabiene, explica que os kits serão distribuídos apenas para pacientes que tiverem a medicação prescrita por médico. “A pessoa precisa testar positivo e o médico prescrever o uso do medicamento. Muitas vezes, mesmo testando positivo, a pessoa possa ter alguma doença ou restrição a algum desses medicamentos. Por isso, a receita e a consulta ao médico é importante. Nós agradecemos de coração o grupo César Cassol e a Prefeitura está de portas abertas. Se precisarmos, iremos sim atrás, pois não é para mim e nem para o prefeito e sim para a população de Parecis”, explicou. 

“Essa é uma pequena ação do grupo César Cassol, perante a população. Porém, se unirmos forças conseguiremos derrotar esse vírus que vem ceifando vidas e causando prejuízos na economia do mundo todo”, reiterou César Cassol.

Fonte assessoria de imprensa

redação e foto; Tenandes Nunes Morais

    

Continue lendo

Rolim de Moura

Rolim de Moura registra 82 novos casos de covid-19 nesta quarta-feira (27); 477 casos ativos

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, nesta quarta-feira (27), o novo boletim com dados da pandemia do coronavírus em Rolim de Moura. 

Os dados mostram que Rolim de Moura registrou 82 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, aumentando o total de casos confirmados para 3.178. Ao todo, 2.656 (83,5%) pessoas já se recuperaram e 477 pesssoas estão em tratamento, 20 delas internadas. 

Confira os dados:

  • Casos confirmados: 3.178
  • Pacientes recuperados: 2.656
  • Pacientes em tratamento domiciliar: 457
  • Pacientes internados: 20
  • Óbitos: 45
  • Casos suspeitos aguardando resultados: 67

A secretaria divulgou que já coletou 8.066 exames, dos quais 4.821 deram negativo ao cocid-19 e foram descartados.

Não custa reforçar à população rolimourente para cada um fazer a sua parte no combate ao vírus, como usar máscaras de proteção facial ao sair de casa, usar sempre o álcool gel e manter higienização das mãos e, principalmente, evitar ao máximo as aglomerações. Estes são os meios mais eficazes de proteção e combate ao coronavírus.

Avanço da covid-19 em Rolim de Moura

O primeiro caso registrado no município ocorreu em 05 de abril. Desde então, os números vem crescendo. Veja o comparativo:

  • 05 de abril: registro do 1º caso;
  • 08 de junho: em 02 meses, o total de infectados saltou para 120 e 14 estavam recuperados;
  • 03 de julho: em um mês, o município registra 406 infectados e 275 recuperados;
  • 04 de agosto: o total de infectado já sobe para 913 e 681 recuperados;
  • 10 de setembro: Em um mês, Rolim de Moura registra mais de 1,3 mil casos positivos e 1,1 mil recuperados;
  • 13 de outubro: o município registra 1.700 casos de covid-19 e mais de 1,6 mil recuperados, tento 65 casos ativos da doença.
  • 09 de novembro: Rolim registra 1.800 casos de covid-19 e mais de 1,7 mil pessoas recuperadas;
  • 09 de dezembro: em um mês, Rolim de Moura tem quase 2 mil casos confirmados de covid-19, 27 óbitos e 1,9 mil recuperados.
  • 22 de dezembro: em 13 dias, Rolim de Moura registra mais de 200 casos de covid-19, ultrapassando 2,2 mil casos totais e 2.006 recuperados;
  • 12 de janeiro/2021: o município passa dos 2,5 mil casos conformados, 2,2 recuperados e 39 mortes;
  • 25 de janeiro: Rolim de Moura passa dos 3 mil casos confirmados e 2,6 mil recuperados. 16 mortes foram registradas apenas no mês de janeiro e somam 45 vítimas.
Boletim sobre o coronavírua em Rolim de Moura desta quarta-feira (27)
Reprodução

Fonte: Da Redação TribunaTop - Em Saúde

Continue lendo

Coronavirus

Variante brasileira é identificada em 8 países, alerta OMS

Publicado

em

Relatório destaca transmissão local e a preocupação de a cepa do coronavírus ser mais transmissível ou mais propensa à reinfecção

OMS destaca aumento de mortes em Manaus e da circulação da nova variante
Reuters

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta quarta-feira (27) que a cepa brasileira do coronavírus Sars-CoV-2 já se espalhou por pelo menos oito países.

Em sua última atualização epidemiológica, a agência informou que a variante está se disseminando e isso gera uma “preocupação” sobre a possibilidade de a mutação P.1, como é identificada, levar a uma maior transmissibilidade da Covid-19.

A OMS ainda explicou que no Brasil, onde a variante foi inicialmente identificada além da detecção em um grupo de viajantes do Brasil para o Japão, o número de novos casos semanais nas últimas duas semanas é relatado em níveis mais elevados em comparação com o de setembro a novembro de 2020″.

Além disso, o texto enfatiza que “as novas mortes semanais aumentaram desde o início de novembro” do ano passado. “Os maiores casos semanais desde o início da pandemia foram relatados na semana que começou em 11 de janeiro de 2021”, advertiu.

Segundo o informe, a partir de investigações preliminares feitas em Manaus, no Amazonas, foi registrado um aumento na proporção de infecções pela mutação – de 52,2% em dezembro de 2020, para 85,4% em janeiro de 2021.

O relatório destaca a transmissão local em andamento da variante e a preocupação dela ser mais transmissível ou ser propensa a reinfecção.

Por fim, a OMS afirma que são necessários estudos adicionais “para avaliar se há mudanças na transmissibilidade, gravidade ou atividade neutralizadora de anticorpos como resultado destas novas variantes”.

A cepa brasileira, identificada inicialmente no Amazonas, já foi registrada na cidade de São Paulo e em diversos países, como Itália, Estados Unidos, Alemanha e Japão. Além dela, existem outras duas: a britânica e a sul-africana. A primeira já foi detectada em 70 países e a segunda está presente em pelo menos 31 nações, conforme dados da OMS.

(R7)

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

Agronegócio

Policial

Internacional

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: