sábado , setembro 21 2019
Home / Destaques / Noruega bloqueia repasse de R$ 134 mi para preservação da Amazônia

Noruega bloqueia repasse de R$ 134 mi para preservação da Amazônia

‘Houve um aumento significativo em julho em relação ao visto no início passado, há motivos para preocupação. O que o Brasil fez mostra que ele não quer mais conter o desmatamento’, declarou o ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega

O ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, anunciou nesta quinta-feira que o país também irá suspender o repasse de cerca de R$ 133 milhões para o Fundo Amazônia. A decisão vem após diversas críticas sobre a condução da política ambiental do governo Bolsonaro e segue o mesmo caminho da Alemanha. Na tarde desta quinta-feira (15), deputados pediram explicações ao ministro Ricardo Salles sobre a gestão do Fundo.

Desde a criação do Fundo a Noruega já doou cerca de R$ 3,69 bilhões e decidiu paralisar as doações após o Brasil modificar o comité técnico do Fundo. “O Brasil rompeu o acordo com a Noruega e a Alemanha desde que o país fechou a diretoria do Fundo Amazônia e o Comitê Técnico. Eles não podem fazer isso sem acordo com a Noruega e a Alemanha”, declarou Elvestuen.

O ministro destaca também que o Brasil não parece ter mais como compromisso a contenção do desmatamento. “Houve um aumento significativo em julho em relação ao visto no início passado, há motivos para preocupação. O que o Brasil fez mostra que ele não quer mais conter o desmatamento. Um motivo extra para preocupação com o aumento do desmatamento na Amazônia é o chamado ponto de inflexão. Isso significa que, se você cortar muito da floresta, o resto será capaz de se autodestruir, porque o sistema depende da chuva gerada”, avaliou.

Elvestuen ainda disse que o que acontece na Amazônia “é muito sério para toda a luta pelo clima”. “A Amazônia é o pulmão do mundo e todos nós dependemos inteiramente da proteção da floresta tropical lá. Não há cenários para atingir as metas climáticas sem a Amazônia”, disse.

A decisão da Noruega foi anunciada um dia depois do presidente Jair Bolsonaro debochar do corte anunciado pela Alemanha e ter mandado a chanceler Angela Merkel usar o dinheiro para “reflorestar” o país.

Pedido de explicações

Também nesta quarta-feira, congressistas de três partidos da Frente Parlamentar Ambientalista pediram explicações ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobre a gestão do Fundo Amazônia. Eles solicitam, entre outras informações, a relação dos contratos financiados pelo fundo para o governo federal, governos estaduais e prefeituras, contratos que, segundo o ministro, teriam irregularidades, além da lista dos doadores do fundo amazônico nos últimos 5 anos, por doador, valor e ano da doação.

Entrevista com um dos criadores do Fundo Amazônia 

Carlos Minc, ex-ministro do Meio Ambiente e um dos idealizadores do Fundo Amazônia, concedeu entrevista ao programa Fórum 21 em que falou sobre o desmonte da proteção ambiental no Brasil.

 Fonte: Folha Impacto

Sobre Rudinei

Verifique também

Governo entrega mais de R$ 5 milhões em veículos e equipamentos para o Idaron

Na segunda-feira (23), no estacionamento Pirarucu, lado direito da Sesau, no Palácio Rio Madeira, o Governo …

Deixe seu comentário