Home / Destaques / POC Itinerante leva atendimento médico especializado a população

POC Itinerante leva atendimento médico especializado a população

A Policlínica Oswaldo Cruz (POC), em Porto Velho, é referência em atendimento especializado no Estado e desde ano passado está mais perto dos pacientes do interior através de ações itinerantes. No sábado (10) foi realizada a solenidade de abertura da 6º edição da POC Itinerante no município de Pimenta Bueno com a presença do vice-governador de Rondônia, Daniel Pereira.

‘‘Até 2010, a POC era um prédio de lata, destruído, o Confúcio Moura e sua equipe levantou o prédio, deu condições, ampliou o atendimento e agora trouxe essa solução inovadora que ao invés ficarmos esperando os pacientes de diversos municípios irem até Porto Velho e a POC que vem até os pacientes. Algo extremamente importante e que facilita a vida dos pacientes que recebem atendimento mais próximo de suas casas e a resposta positiva deles a essa ação indica que estamos no caminho certo’’, considera Daniel.

O secretário de Estado da Saúde, Williames Pimentel, pontou os principais impactos e vantagens da POC Itinerante para a população rondoniense. ‘‘Através da POC oferecemos o que há de melhor para os usuários do SUS e resolvemos encurtar distâncias, economizar despesas das prefeituras com deslocamento de pacientes para a capital acelerar o processo de diagnóstico do paciente trazendo esses médicos especializados até os pacientes’’, afirma Pimentel.

Foram três dias de atividades (9,10 e 11 de março) e a estimativa de mais de três mil atendimentos. A POC Itinerante teve como base a escola estadual Marechal Cordeiro de Farias. As salas de aulas, auditório e biblioteca se transformaram em salas de triagem, consultórios e laboratório para exames.  Os pacientes passam por triagem. Medem altura, verificam o peso e a pressão arterial.

Nos consultórios recebem diagnóstico, indicação de um novo tratamento ou remédio, cirurgias de pequenas complexidade e ainda são encaminhados para fazer exame como cardiograma e ultrassonografia. Essa é a primeira edição da POC Itinerante que o Laboratório Estadual de Patologia e Análises Clínicas (Lepac) esteve presente. ‘‘Estamos fazendo teste de tireoide, perfil de tumores fertilizantes marcadores tumorais, hemograma; urina; alergias, todos os exames que o Lepac realiza em Porto Velho trouxemos para Pimenta Bueno. Inclusive o link para os pacientes saberem resultamos de exames serão enviados por SMS. É gratificante fazer parte dessa ação e importante para a população’’, disse o diretor do Lepac, farmacêutico bioquímico Paulo Giroldi que ainda destacou a agilidade na divulgação dos resultados que será já nesta segunda-feira(12).

De acordo com o diretor geral da POC, José Maria França, cerca de 75 profissionais da saúde estiveram envolvidos na ação. Os atendimentos são feitos em 30 diferentes especialidades, sendo as principais demandas paras as áreas de ortopedia, neurologia e cardiologia. ‘‘Quem ganha com isso é a população de Rondônia que tem um serviço muito mais próximo e humanizado. E o governo Confúcio Moura tem essa marca de fazer a saúde com seriedade, tanto que o processo se seleção desses pacientes é transparente e de acordo com o sistema de regulação. É uma ação voltada para o usuário do SUS que são fragilizados pela doença e pela dor’’, afirma o diretor.

Além de Pimenta Bueno, a ação atendeu a pacientes dos municípios de Cacoal, Espigão do Oeste; Ministro Andreazza, São Felipe do Oeste e Primavera. O agricultor Hilton Antunes de Santana,70 anos, é do município de São Felipe do Oeste que fica a meia hora de Pimenta Bueno e disse estar satisfeito com a POC Itinerante. ‘‘Estou muito contente, isso faz muito bem a população. O governo está do lado certo, é isso que tem que ser feito para ajudar a população mais pobre de Rondônia’’, afirma Hilton.

Quem também aprovou a iniciativa foi a servidora pública Fátima Oliveira que desde 2001 quando sofreu um acidente de trânsito tem necessitado de consultas frequentes com neurologistas. ‘‘Estão de parabéns com essa ação porque quando preciso ir para a capital ser consultada enfrento muitos obstáculos. Não conheço ninguém e é difícil as condições para conseguir um local para ficar, então trazer esses médicos aqui para perto é muito importante’’, avalia Fátima.

Com diagnóstico de hérnia de disco, bico de papagaio e outras complicações na coluna, Edna Maria Sião que é do município de Cacoal considera a ação da POC Itinerante um grande ganho para os usuários do SUS. ‘‘É muito importante porque evita o deslocamento até Porto Velho. São oitos horas pra ir e mais oito horas para voltar, é uma viagem muito cansativa. Pra mim essa é uma oportunidade muito boa, pois tem exames para apresentar para o médico’’, conta Edna.

Além de Pimenta Bueno, a POC Itinerante já passou pelos municípios de Machadinho do Oeste, Ariquemes; Ji-Paraná; Rolim de Moura e Porto Velho. Foram cerca de 10 mil atendimentos no total, o que representa mais agilidade de atendimento na Saúde Pública, o governo mais perto da população e dignidade para o cidadão rondoniense.

Participaram da abertura da POC Itinerante o senador Valdir Raupp, a deputada federal Marinha Raupp, os deputados estaduais Cleiton Roque e Só na Benção, representantes da Saúde Pública do Estado e município.

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ésio Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Comments

comments

pinheirao3
tudo_matecol
studiorsinfo
floresta_mt

Sobre floresta

Verifique também

Sancionada Lei que permite estágio remunerado na Prefeitura Municipal

Foi sancionada pelo prefeito Carlos Borges a Lei 1459/2018 que autoriza a contratação de estagiários …

Deixe uma resposta