Home / Esporte / Justiça brasileira confisca passaporte de Ronaldinho Gaúcho

Justiça brasileira confisca passaporte de Ronaldinho Gaúcho

Ex-jogador está impedido de deixar o Brasil

Ronaldinho Gaúcho foi proibido pela Justiça Brasileira de embarcar para Dubai, nos Emirados Árabes, onde iria participar de uma conferência de futebol. A ordem é consequência do não cumprimento de uma multa no valor de 2 milhões de euros (cerca de R$8,5 milhões) em função de o ex-jogador ter sido considerado culpado em um crime ambiental cometido em 2015. A informação foi publicada pelo jornalista Fernando Kallás, do jornal espanhol AS.

O juiz Newton Fabrício, da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, foi o responsável pela apreensão do passaporte do Ronaldinho e do seu irmão Assis. Ambos estavam fora do país desde a decisão do oficial de justiça anunciada em novembro, retornando ao Brasil apenas em dezembro.

“Me parece que estamos diante de uma situação aonde o condenado claramente zomba da Justiça diante da sociedade brasileira e mundial”, declarou o subprocurador geral da República, Brasilino Pereira dos Santos, em comunicado.

A multa de 2 de milhões de euros é referente à infração de leis ambientais na construção das instalações do Instituto Ronaldinho Gaúcho, localizado na zona sul de Porto Alegre. Inaugurada em 2007, a organização atendia cerca de 500 crianças e adolescentes entre 7 e 16 anos e encerrou suas atividades em 2010.

Ainda segundo o jornal AS, a justiça entrou em contato diversas vezes com Ronaldinho e Assis para que a multa fosse paga, porém sem obter nenhum sucesso nas tentativas. Após essa série de contatos, o Fisco teve acesso às contas bancárias do ex-jogador e encontrou apenas seis euros (cerca de R$25) em seu saldo.

Fonte:Gazeta Esportiva

Comments

comments

pinheirao3
tudo_matecol
studiorsinfo
floresta_mt

Sobre floresta

Verifique também

Carro com placa de Rolim de Moura se envolve em grave acidente na BR 364

As 05 vítimas do acidente foram socorridas ao hospital de Ariquemes e em seguida levadas …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: