Home / Destaques / Exclusivo: Prefeito Carlos Borges fala acerca da Operação “Fáeton”

Exclusivo: Prefeito Carlos Borges fala acerca da Operação “Fáeton”

Neste domingo (17), em entrevista Exclusiva ao site Florestanotícias.com, o prefeito (afastado) de Alta Floresta D’Oeste, Carlos Borges (PP), falou acerca das acusações e fatos relacionados a Operação “Fáeton” – realizada pelo Ministério Público de Rondônia, com apoio da Polícia Civil, na terça-feira (12).
Na entrevista, o prefeito fala da origem das acusações, dos trabalhos realizados pelo Executivo Municipal referente ao processo de licitação que acabou contratando o transporte escolar e manda um recado a população.

Alguns pontos são destacados na entrevista. Primeiro Carlos Borges faz questão de frisar que o processo que culminou na contratação de uma empresa para realizar o transporte escolar partiu da administração anterior. “A data da licitação estava marcada para o início de janeiro de 2017. Neste tempo aconteceu a morte do vice-prefeito. Foi necessário adiar o processo, atrasando o início do ano letivo”, disse.

Carlos informou que após contratar a empresa, determinou uma medição que apontou que alguns trechos estavam irregulares. “Neste momento decidimos que a empresa deveria devolver valores na conta do convênio. Valores que tinham sido pagos a mais no contrato. Também decidimos baixar o valor do contrato em 197 mil reais, e solicitei uma auditoria nos trajetos”, afirmou.

Para realizar a auditoria, Carlos informou que convocou membros do Ministério Público por meio de ofício enviado no dia 20 de junho e membros da Câmara de Vereadores. “Colocamos servidores efetivos a disposição da auditoria. O relatório ainda não está pronto”, citou.
O prefeito também falou da situação atual do contrato com a empresa que ainda tem três meses a receber do executivo municipal. Neste caso, pontuou duas situações: o Governo do Estado ainda não efetuou o depósito do convênio; e a auditoria não concluiu o relatório.

Prosseguindo com a entrevista, Carlos Borges falou dos passos para reverter a situação do afastamento de 90 dias determinados pela justiça e da expectativa de revogar a decisão.
Por último, o prefeito Carlos Borges mandou recado aos munícipes. Falou da sua trajetória de vida e do compromisso com cada cidadão de Alta Floresta, principalmente com as pessoas que depositaram a confiança em sua pessoa para administrar a prefeitura.

Fonte: Florestanoticias.com

Comments

comments

Sobre floresta

Verifique também

Autor do projeto Dário Moreira, recebe ordem de serviço,reforma da quadra

Na manhã do dia 18/012018,nas dependências da Prefeitura Municipal de ALta FLoresta DOeste,foi assinada a …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: