Home / Noticias / Encontro do Detran orienta sobre combate ao mosquito aedes aegypti

Encontro do Detran orienta sobre combate ao mosquito aedes aegypti

Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus

“O Detran já foi apontado como um local de ameaça para Porto Velho, e hoje é referência em limpeza e medidas de combate a proliferação do mosquito aedes aegypti”. A afirmação foi feita nesta terça-feira (4) pelo técnico Ruymar Pereira de Lima, diretor da Divisão de Recolhimento e Liberação de Veículos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), durante a abertura do III Encontro de Combate e Enfrentamento ao Mosquito Aedes Aegypti.

Organizado pela Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito (DTFAT), sob orientação da diretoria-geral, o evento foi realizado no pátio do Detran do bairro Nova Esperança, com o objetivo de debater o tema e formar multiplicadores para realização de ações de combate ao mosquito transmissor de doenças como dengue, chikungunha e do zika vírus, entre outras em todo estado.

Ali, numa área de 40 mil m², funcionários do setor trabalham na vistoria, limpeza e na reorganização criteriosa do estacionamento de uma frota de mais de 900 carros e nada menos de três mil motocicletas, veículos que foram apreendidos e que precisam de uma ordem e controle no pátio para não se transformarem em criadouros de mosquitos. A vistoria rotineira verifica a posição dos carros com carrocerias para evitar que acumulem água, vidros e para-brisas, e também a posição das motocicletas, que de algum modo podem acumular água suficiente para fazer eclodir o ovo, que se torna larva, e depois o mosquito. “As motos não podem cair, pois se tornam criadouros com maior potencial”, disse Ruymar Pereira.

Em sua palestra o técnico do Detran acabou apresentando um levantamento do histórico das ocorrências dessas doenças, sendo bem direto no ambiente do Estado de Rondônia, chamando a atenção de todos sobre a necessidade de adoção de medidas preventivas contra essas doenças que, segundo ele, está ao alcance de todos, visto que, na maioria das vezes, o foco de proliferação dos mosquitos causadores da malária, dengue, zika e chikungunya, está no ambiente do lar, dentro de casa, no quintal e no quintal dos vizinhos.

O técnico do Detran disse que o combate ao mosquito é um política pública do Governo de Rondônia para a saúde, muito simples, destacando uma série de medidas, com dicas fáceis de aplicação, que são orientações gerais dos órgãos do Governo Federal e de todas as instituições estaduais do setor de saúde, e que podem ajudar no combate ao mosquito e salvar vidas.

Eis as dicas:

01 – Garrafas PET e de vidro: As garrafas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo.

02 – Lajes: Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas.

03 – Ralos: Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso.

04 – Vasos sanitários: Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico.

05 – Piscinas: Mantenha a piscina sempre limpa. Use cloro para tratar a água e o filtro periodicamente.

06 – Coletor de água da geladeira e ar-condicionado: Atrás da geladeira existe um coletor de água. Lave-o uma vez por semana, assim como as bandejas do ar-condicionado.

07 – Calhas: Limpe e nivele. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água.

08 – Cacos de vidros nos muros: Vede com cimento ou quebre todos os cacos que possam acumular água.

09 – Baldes e vasos de plantas vazios: Guarde-os em local coberto, com a boca para baixo.

10 – Plantas que acumulam água: Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas.

11 – Suporte de garrafão de água mineral: Lave-o sempre quando fizer a troca. Mantenha vedado quando não estiver em uso.

12 – Falhas nos rebocos: Conserte e nivele toda imperfeição em pisos e locais que possam acumular água.

13 – Caixas de água, cisternas e poços: Mantenha-os fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.

14 – Tonéis e depósitos de água: Mantenha-os vedados. Os que não têm tampa devem ser escovados e cobertos com tela.

15 – Objetos que acumulam água: Coloque num saco plástico, feche bem e jogue corretamente no lixo.

16 – Vasilhas para animais: Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana.

17 – Pratinhos de vasos de plantas: Mantenha-os limpos e coloque areia até a borda.

18 – Objetos d’água decorativos: Mantenha-os sempre limpos com água tratada com cloro ou encha-os com areia. Crie peixes, pois eles se alimentam das larvas do mosquito.

19 – Lixo, entulho e pneus velhos: Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água.

20 -Lixeira dentro e fora de casa: Mantenha a lixeira tampada e protegida da chuva. Feche bem o saco plástico.

Leia mais:

Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Édie Cruz
Secom – Governo de Rondônia

Comments

comments

pinheirao3
tudo_matecol
studiorsinfo
floresta_mt

Sobre floresta

Verifique também

Entrevistas Audiência Publica com Autoridades em Alta Floresta Ro

Comments comments Relacionado

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: