Home / Acidentes / Casa é destruída após criança atear fogo em sofá com isqueiro em Ariquemes

Casa é destruída após criança atear fogo em sofá com isqueiro em Ariquemes

Mãe do garoto estava no banheiro quando ele pegou o isqueiro e começou a brincar na sala. Dona da casa, de 19 anos, conseguiu sair da casa com o filho e ninguém ficou ferido.

Uma criança de três anos incendiou a casa onde morava com os pais enquanto brincava com um isqueiro na manhã desta quarta-feira (18). A residência de madeira localizada na Rua Ludovico Monteiro, no Setor Marechal Rondon, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, ficou totalmente destruída.

Segundo o boletim da ocorrência, o menino pegou um isqueiro e começou a brincar com ele na sala da casa. Momento depois, o fogo atingiu a espuma do sofá e iniciou as chamas. A mãe do garoto estava no banheiro.

Após se propagar no sofá, as chamas se alastraram para a cortina e se espalharam rapidamente pelas paredes. Os moradores ainda conseguira retirar alguns móveis da casa, mas apesar do incidente, ninguém ficou ferido.

A cunhada da proprietária da casa, Ilma Ferreira, relatou que estava dormindo na casa que fica nos fundos quando as chamas se iniciaram por volta das 8h.

“Me acordaram dizendo que a casa estava pegando fogo, levei um susto enorme e fui correndo até a casa, achando que meu sobrinho estava dentro da casa ainda. Mas felizmente a minha cunhada conseguiu segurar no braço dele e sair de lá antes que pegasse fogo em toda a casa”, comenta.

Conforme a ocorrência, o Corpo de Bombeiros foi solicitado por moradores próximo e se deslocaram até o local com um caminhão Auto Bomba Tanque (ABT). Ao chegarem no local, os bombeiros efetuaram os trabalhos para conter as chamas e resfriar as residências ao lado, para impedir que as chamas se alastrassem.

Comments

comments

pinheirao3
tudo_matecol
studiorsinfo
floresta_mt

Sobre floresta

Verifique também

Fraude na exploração madeireira ameaça Floresta Amazônica

Dados presentes em novo estudo revelam que a extração desse material na Amazônia tem sido …

Deixe uma resposta