Home / Destaques / Apadrinhando uma história é lançado em Alta Floresta D´Oeste – Ro

Apadrinhando uma história é lançado em Alta Floresta D´Oeste – Ro

Aconteceu na manhã desta terça-feira (25), no auditório do Fórum de Alta Floresta D’Oeste, o lançamento do projeto Apadrinhando uma História. O evento contou com a presença do Juiz Alencar da Neves Brilhante, da comarca de Alta Floresta, a psicóloga do tribunal de Justiça de Rondônia, Elisângela Sobreira, o prefeito de Alta Floresta, Carlos Borges (PP), o presidente da Câmara de Vereadores, Robson Ugolini (PCdoB), o secretário municipal de Trabalho e Assistência Social,  Ernandes Bomfim de Souza (Jeremias), membros do Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e demais representantes da sociedade local.

O projeto que tem como objetivo sensibilizar a sociedade a apadrinhar crianças e adolescentes que se encontram em casas de acolhimento é idealizado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJ-RO), com apoio do Ministério Público de Rondônia (MP-RO) e a Prefeitura de Alta Floresta.

Durante o lançamento, o Juiz Alencar das Neves Brilhante falou da importância do projeto e da parceria com o município. Informou que já está aberto o cadastramento de pessoas interessadas em apadrinhar uma criança.

O prefeito Carlos Borges comentou do apoio do município e da importância de um projeto como este, já que o município é responsável pelo abrigo.

Apadrinhando Uma História

São três modalidades de apadrinhamento. O afetivo, onde os padrinhos matem contato com a criança, podendo visitá-la ou levá-la para passear e passar fins de semana em casa; o prestador de serviço, onde o profissional liberal, dono de empresas, clinicas ou instituições, se cadastra para atender as crianças e adolescentes participantes do projeto; ou o padrinho provedor, que consiste em dar suporte material ou financeiro a criança ou adolescente apadrinhado.

Os interessados podem participar em mais de uma modalidade de apadrinhamento. É necessário realizar a inscrição no Juizado da Infância e na Secretaria Municipald e Trabalho e Assistência Social (SEMTRAS) portando documentação exigida.






Fonte: Leandro Pereira

Comments

comments

Sobre floresta

Verifique também

Exportações da agropecuária brasileira crescem 115% em novembro

A indústria da transformação teve crescimento de 5,4%, enquanto a alta da indústria extrativa foi …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: