fbpx
Conecte-se conosco

Entretenimento

Carro de noiva quebra na estrada e PRF dá carona até o casamento

Publicado

em

Imagina a tensão. O carro de uma noiva quebrou no meio da estrada, com ela pronta, a caminho do casamento. Por sorte, uma equipe da PRF, Polícia Rodoviária Federal, passou naquele exato momento pela BR-020, rodovia entre Formosa-GO e o Distrito Federal.

Quando chegaram, os policiais viram o carro parado no acostamento com o capô aberto, um homem vestido com roupa social e a jovem com vestido de noiva. (vídeo abaixo)

Faltava meia hora para o casamento. Não daria tempo de chamar o socorro para consertar o carro. Então, os dois agentes da PRF não tiveram dúvida: ofereceram carona para a noiva e os padrinhos até o cartório de Colorado.

O caso aconteceu na tarde desta quarta, 14.

E apesar de toda a emoção, Maria de Fátima Lima dos Reis conseguiu se casar com Francisco Josefeh Lima. Ela chegou nos últimos minutos.

O engraçado foi a noiva chegar no cartório num carro da polícia, mas logo todos entenderam o que havia acontecido.

Maria de Fátima agradeceu aos policiais. Ela disse que “foi um presente divino” e que aquilo tudo parecia coisa de novela.

Depois da cerimônia civil e passado o susto, os noivos finalmente foram para o casamento religioso.

Assista o vídeo clicando no link

https://youtu.be/nrBGm-iCN4I
Fonte – 025-sonoticiaboa

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Entretenimento

As Tendências é lingerie confortável confira

Publicado

em

Elemento do confortor nunca sai de moda quando o assunto é moda íntima. Veja modelos contemporâneos e perfeitos para o dia a dia

A moda movimenta todos os anos tendências que promovem personalidade e estilo. Na moda íntima, as lingeries aparecem com diferentes padronagens, tecidos e tecnologias que dominam as passarelas e os armários femininos. Entretanto, existe uma trend que independente de qual seja a peça do momento, nunca sai de moda: o conforto.

Durante anos, os sutiãs foram vistos como itens desconfortáveis, tornando-se itens indesejados na vida de muitas mulheres. A má fama levou o mercado de moda íntima a iniciar uma recente mudança para incluir a valorização, cada vez maior, do conforto feminino.

O crescimento expressivo na oferta de sutiãs sem bojo, dos mais variados formatos e estilos é um exemplo de como o mercado pode oferecer opções para mulheres que buscam peças confortáveis sem abrir mão da sensualidade.

Sutiã bralette

Modelos bralettes adequam-se a todos os corpos (Foto: Reprodução/Pinterest)

Sem bojo, aro ou qualquer outra estrutura rígida, os sutiãs bralettes são peças confortáveis e democráticas, ou seja, têm potencial para agradar a todos os corpos. Atualmente, o modelo é um dos procurados entre as mulheres, por unir conforto e estilo em uma só peça. Os bralettes podem inclusive, serem usados para ajudar a compor visuais quando usados por baixo de blusas transparentes ou por cima de t-shirts, por exemplo. 

Sutiãs com tecidos leves e macios

Tecidos leves como tule, por exemplo, dão mais conforto e estilo (Foto: Reprodução/Intagram)

A escolha do tecido em uma lingerie está associada ao conforto que a peça pode oferecer. Tecidos leves e respiráveis são os mais indicados para quem quer acertar na escolha de peças confortáveis. Poliamida e tule são boas opções nesses quesitos. Há quem aposte ainda em lingeries com pouca costura e com etiquetas impressas.

Sutiã meia-taça

Meia-taça é um clássico criado nos anos 1940 (Foto: Reprodução/Pinterest)

Criado nos anos 1940, o sutiã meia taça é um clássico popular entre as mulheres. Caracterizado por cobrir 3/4 dos seios, deixando o colo à mostra, o modelo é indicado para usar com blusas decotadas. Pode ser encontrado nos mais variados tecidos, com ou sem bojo. Para garantir ainda mais conforto, vale escolher matérias-primas mais leves e maleáveis. 

Modelos híbridos

Modelos híbridos oferecem sustentação e conforto (Foto: Reprodução/Pinterest)

Os modelos de sutiãs híbridos surgiram no mercado com foco principal no conforto. Com tecidos leves, respiráveis, que possibilitam a absorção do suor, as peças podem ser usadas tanto no dia a dia, quanto na prática de esportes, uma vez que fornecem sustentação para os seios.

Tamanhos únicos

Tamanho único atende numerações intermediárias (Foto: Reprodução/Pinterest)

Tecidos com alta elasticidade que se adequem a todos os corpos são cada vez mais comuns com o avanço tecnológico. As peças de tamanho único abrangem as mais variadas numerações e ainda acentuam a silhueta. Por esse motivo, as peças se tornam confortáveis e versáteis.

Fonte: Agência Experta Media

Continue lendo

Educação

Professora da Escola Floresta Encantada explica sobre o aniversário de Alta Floresta

Publicado

em

Continue lendo

Entretenimento

Homenagem aos 35 Anos de Alta Floresta D´Oeste RO

Publicado

em

Por

Homenagem é fruto de muita gratidão e amor por esta terra abençoada que acolheu a minha família e a mim, em 1986, como a tantos outros destemidos pioneiros. Este lugar encantado continua a me encher de orgulho… belas imagens que tenho feito de suas riquezas naturais e contar um pouco de sua história e a de seu povo são minhas formas de homenagear nossa Alta Floresta D’Oeste neste aniversário 

HISTÓRIA

O escritor Ovídeo Amélio, em seu o site Museu Virtual de Rondônia, faz um retrato histórico do nosso município, que trago aqui.

No dia 17 de junho de 1982 foi lançada a pedra fundamental, dando início à formação do município de Alta Floresta d’Oeste, criado, oficialmente, no dia 20 de maio de 1986, pela Lei estadual n° 104.

O nome do município tem origem na região em que se situa, com matas altas e fechadas e por estar no alto da chapada dos Parecis.

Alta Floresta D’Oeste tem uma biodiversidade riquíssima, terras férteis e solo rico em diversos minerais. Seu relevo e vegetação são diferenciados, e a destacam do restante dos municípios do estado, oferecendo muitas atrações naturais.

Em seu território é possível encontrar floresta Amazônica, cerrado, campo, pântano e montanhas. A altitude de cerca de 300 metros na cidade, alcança mais de 500 metros em outras regiões do município. Tudo isso entremeado por muita água, em rios belíssimos com grande diversidade de peixes e cachoeiras, muitas cachoeiras!

O povo? Mais diversificado não há! São indígenas, quilombolas, paranaenses, mineiros, capixabas, gaúchos, paulistas, catarinenses, nordestinos e a mistura disso tudo oferece uma cultura rica e um povo muito acolhedor e destemido.

VAMOS AOS PIONEIROS

A origem do município foi consequência do avanço da frente migratória rumo ao oeste em demanda ao Vale do Guaporé. Em 1981, Isidoro Stedille, acompanhado por José Piovesan, Moises Nunes e pelos irmãos Arlindo Farias, Deoclecio Farias e Felicíssimo Farias deram início à formação do município. Logo em seguida, as famílias de Francisco Marques Pelizário, Orlando Zandonadi, Antônio Francisco Roque, família Sartori e família possa, também fixaram residências.

Liderado por Isidoro Stedille, iniciou-se, no ano de 1981, as negociações com Jorge Teixeira de Oliveira, governador do Estado de Rondônia, e com Galvão Modesto, coordenador do INCRA, para a autorização da formação do povoado. Com um ano do início de sua formação, em Alta Floresta já havia mais de mil casas.

O pequeno núcleo populacional evoluiu rapidamente transformando-se em importante pólo agrícola e comercial e exigindo uma organização político-administrativa, sendo atendida com a elevação da região à categoria de município, em 1986.

PÓLO AGROPECUÁRIO

Hoje, Alta Floresta D’Oeste, encontra-se em amplo desenvolvimento agropecuário.

É pólo pecuário, com um dos maiores rebanhos do estado. Pólo cafeeiro e também tem destaque com suas agroindústrias.

BIODIVERSIDADE E TURISMO

Com atrativos naturais reconhecidos internacionalmente, como o Vale do Guaporé, suas belezas e riquezas em flora e fauna, atrai turistas, que buscam interação com a natureza e atividades como pesca esportiva e camping.

Cercada pela biodiversidade do Vale do Guaporé, o município de Alta Floresta D’Oeste, conta com inúmeras aldeias indígenas nas áreas de reserva da Terra Indígena Rio Branco e Terra Indígena Massaco. Esta última, destaca-se por ser a primeira reserva nacional a ser demarcada, sem haver contato com os indígenas que ali se encontram.

– Área: 7.067 km²

– População: 25.578 (IBGE 2015)

– Distância até a capital: 530 km

Conheça o Vale do Guaporé:

http://rul.com.br/noticias-detalhes.php?cod=18267

TEXTO: Renata Silva

Fontes:

– Escritor Ovídeo Amélio: https://museuvirtualrondonia.com/alta-floresta-doeste

Continue lendo
--Publicidade--

Ultimas Notícias

--Publicidade--

Publicidades

Agronegócio

Policial

Internacional

Tendências

%d blogueiros gostam disto: