Conecte-se conosco

Utilidade Publica

Energisa leva energia solar para APAE e Casa Irmã Rosa Gambelli

Publicado

em

Projetos fazem parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) e prevê a instalação de 96 placas de geração fotovoltaica

O presidente da Energisa, André Theobald, assinou na terça-feira (13) o contrato das iniciativas do Programa de Eficiência Energética (PEE) para as entidades Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Casa de Apoio ao Doente com Câncer Irmã Rosa Gambelli. Serão investidos cerca de R$ 270 mil nas duas entidades, na troca de lâmpadas por modelos de LED, substituição de condicionadores de ar, além da instalação de 96 placas solares. Tais equipamentos são fundamentais para a economia de energia das entidades, que vivem de filantropia.

O diretor-presidente da Energisa explicou que a execução do trabalho é rápida e traz resultados imediatos nas contas de energia das instituições. Ele lembrou que os investimentos realizados na iluminação pública de 17 municípios do estado desde o ano passado, já geraram quase R$ 1 milhão em economia nas contas das cidades beneficiadas.

“As entidades ganharam um presente de fim de ano, vão começar 2021 com uma grande economia que poderá ser investido em outras frentes. Os trabalhos começam a ser executados na próxima semana e serão finalizados em dezembro desse ano”, garantiu Theobald.

Instalada em mais de dois mil municípios do território nacional, a APAE é uma organização social que promove a atenção e integração à pessoa com deficiência intelectual e múltipla. Na Apae de Porto Velho, a Energisa vai instalar 48 painéis solares, além de trocar 51 lâmpadas, 11 condicionadores de ar. “Esse investimento vai gerar uma economia de 39,34 MWh/ano, consumo proporcional ao equivalente a 21 casas anualmente. Na Casa de Apoio Irmã Gambelli conseguiremos economizar 28,64 MWh/ano”, explicou Talis Henrique Alcantara, especialista em Eficiência Energética.

Com mais de 20 anos de história, a Casa de Apoio ao Doente com Câncer Irmã Rosa Gambelli, é uma entidade que presta serviços a doentes e familiares que necessitam de acolhimento em Porto Velho, durante o tratamento médico. Para economizar na conta de energia sem diminuir o conforto dos pacientes, a casa contará com 48 painéis solares, além de dois novos condicionadores de ar mais econômicos e 89 lâmpadas LED. “A economia equivale a apagar a luz de mais de 40 casas por um ano, com impacto não apenas na conta, mas também na sustentabilidade dessas instituições”, completou Theobald.

Segundo a presidente da Casa de Apoio ao Doente com Câncer Irmã Rosa Gambelli, Nazaré Farias, o projeto veio em boa hora. “O dinheiro que a gente pagava energia vai servir para manutenção das pessoas que estão na casa. Vamos comprar mais remédio e comida para atender mais pessoas”, declarou. “A gente agradece a Energisa pela instalação desses equipamentos”, completou Antônio Carlos, presidente da Apae de Porto Velho.

Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Utilidade Publica

Entrega de investimento de plano de R$ 1 bilhão marca 2 anos da Energisa em Rondônia

Publicado

em

Por

Nova subestação de São Miguel do Guaporé começa a operar e abre temporada de inaugurações de projetos da empresa na BR-429. Entre Presidente Médici e Costa Marques 

A Energisa completa, no fim de outubro, dois anos em Rondônia e, para marcar esse momento, a empresa deu início a mais uma temporada de entregas de obras de seu plano de investimentos de R$ 1 bilhão. A nova subestação de São Miguel do Guaporé começou a operar na sexta-feira (16). Até o fim do mês, será a vez da unidade de Seringueiras e, em seguida, a de São Francisco. As três subestações e o linhão de 180 km que as interliga receberam R$ 112 milhões em investimentos. São parte do conjunto de sete novas subestações construídas pela empresa no eixo da rodovia BR-429 até Costa Marques, que abre caminho para a solução de problemas históricos no fornecimento de energia da região.

“Rondônia é hoje o principal destino dos investimentos da Energisa no país. Estamos levando infraestrutura nova e de qualidade para atender a população e gerar empregos em todos os municípios no eixo da BR-429”, comemora o diretor-presidente da Energisa, André Theobald.

As novas subestações de São Miguel, Seringueiras e São Francisco abrem caminho para a interligação de mais um sistema isolado ao Sistema Interligado Nacional (SIN), o mesmo que abastece a maioria dos brasileiros de energia elétrica. Até dezembro, a usina térmica que atende o município de São Francisco, será desligada. Em seguida, será a vez do sistema São Domingos-Costa Marques. “Em São Francisco, será desligada a segunda usina térmica a diesel daquela região. A primeira foi a do sistema Médici-Alvorada do Oeste, desligada em abril”, conta Theobald.

De acordo com o diretor-presidente da Energisa, o investimento de mais de R$ 1 bilhão considera o que foi investido nesses dois primeiros anos de operação da empresa no estado. O plano de transformação de Rondônia, porém, é muito mais amplo. Até o fim desse ano, serão 12 entregas, entre subestações novas, com infraestruturas modernizadas e capacidade ampliada, e linhões. Para 2021, a previsão é de entregas de outros 21 sistemas, com estruturas seguindo o mesmo padrão de qualidade, eficiência e tecnologia.

“Estamos construindo subestações, reformando as existentes, implantando redes de internet por rádio e fibra ótica para melhorar a comunicação entre nossas equipes. As grandes obras são importantes, mas há muita coisa que não aparece, mas tem reflexo imediato na qualidade, como o investimento em equipamentos que  protegem a rede de curto-circuito e restabelecem o fornecimento  automaticamente”, completa, frisando o esforço para manter o ritmo de trabalho cumprindo todas as medidas de segurança exigidas pela pandemia de Covid-19.  “Rondônia ficou anos sem investimento e tem uma demanda reprimida por energia muito alta. Não podíamos parar”, completa Theobald.


Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia

Continue lendo

Utilidade Publica

Oportunidade de emprego: A Lanternagem e Pinturas Paraná está contratando funcionários

Publicado

em

Por

Continue lendo

Coronavirus

Alta Floresta: SEMSAU divulga Boletim Epidemiológico com mais 06 casos de COVID-19 confirmados

Publicado

em

Por

O  Boletim Epidemiológico desta terça-feira (20), divulgado pela SEMSAU (Secretaria Municipal de Saúde), confirmou mais 06 casos  de COVID-19, em Alta Floresta D’Oeste.

Confira os números:

Casos notificados: 2878

Casos confirmados: 880, sendo 836 casos curados e em tratamento 33

Casos suspeitos: 41

Casos descartados: 1957

Suspeitos internados: 0

Confirmados internados: 03

Tratamento hospitalar: 00

Em UTI: 03

11 óbitos

Fonte: Decom 

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: