Conecte-se conosco

Destaques

Governador, secretários e deputados pontuam estratégias e somam no objetivo de não fechar comércio

Publicado

em

O estado de Rondônia tem destacado-se na questão do enfrentamento ao coronavírus, atingindo a terceira posição no Brasil em realização de testes rápidos, bem como mantendo-se entre os estados com menores índices de taxa de mortalidade pela Covid-19 e, inclusive, ter aplicado medidas que estão evitando um grande colapso na saúde. Esses foram alguns pontos amplamente debatidos na noite de quarta-feira (1º), durante videoconferência com a participação do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, de deputados estaduais e secretários estaduais, quando também foi pontuado as medidas dos municípios nas fases estabelecidas no Plano de Ação Todos por Rondônia.

O Estado tem trabalhado para garantir leitos de UTIs, chegando ao total de 141 e já encaminhando para 165 brevemente

Ao iniciar a videoconferência, o governador chamou a atenção para o momento considerado por ele como conturbado e destacou que há a preocupação de se fazer um balanceamento entre a saúde e a economia, trazendo novamente à tona o fato de se fazer a conciliação entre a abertura do comércio e, ao mesmo tempo, a não contaminação da população. O governador reforçou aos deputados que participaram da videoconferência o comprometimento do Estado que tem trabalhado no sentido de garantir leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) chegando ao total de 141 e já encaminhando para 165 brevemente, além de aquisição de equipamentos como ventiladores pulmonares mecânicos e outros equipamentos considerados raros no mercado devido à pandemia.

Durante sua explanação, o chefe do Executivo Estadual voltou a afirmar veemente ser contrário ao fechamento de comércio. “Eu não gostaria de fechar nenhum comércio, ou seja, não concordo com a questão de lockdown. Para ser mais sincero, não acredito que sejam os comércios que estão causando contaminação. O que se tem percebido é o desrespeito de pessoas que vão para balneários, churrascos, festas. Estamos fazendo todas as atitudes possíveis, mas estamos enfrentando algo muito difícil”, disse o governador momento em que pontuou a elaboração de uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19 e ouviu dos deputados presentes à videoconferência a manifestação também contraria ao lockdown.


Antes mesmo da pandemia chegar ao Brasil, o Estado adquiriu bombas de infusão e ventiladores mecânicos

Ao fazer uso da palavra, o deputado Adailton Fúria fez alguns questionamentos e chamou atenção para o Hospital Regional de Cacoal, indagando sobre as ações implementadas pelo Estado naquela unidade hospitalar. De imediato, o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, fez um detalhamento minucioso de cada medida adotada pelo Estado quanto ao enfrentamento do coronavírus desde as primeiras ações colocadas em prática.

Fenando Máximo fez um resumo desde o início do atual governo, lembrando que o setor da saúde encontrava-se com grande problema e vivia em colapso com pacientes, sendo atendidos nos corredores dos hospitais. “Conseguimos, com apoio incondicional do governador Marcos Rocha, desenvolver medidas que serviram para desafogar principalmente o Hospital João Paulo II, onde tiramos todos os pacientes do chão e dos corredores e alocamos esses pacientes em alguns hospitais privados, e isso foi resolvido. Este ano, surgiu a pandemia do coronavírus e alguns diziam que a Saúde de Rondônia seria a primeira a entrar em colapso. Antes mesmo da pandemia chegar ao Brasil, já estávamos mobilizados para aquisição de ventiladores pulmonares mecânicos, monitores multiparamétricos, bombas de infusão e equipamentos de proteção individual”, salientou o secretário reforçando que o Estado tem se destacado na questão transparência no combate ao coronavírus e entre os primeiros em número de testes realizados.

O secretário também lembrou que o Governo de Rondônia se antecipou e tem atuado com compromisso na questão da saúde, comprovando tudo através de gráficos exibidos durante a videoconferência onde pontuou a evolução das medidas adotadas com a instalação de novas UTIs.

Já o deputado Alex Redano enalteceu o comprometimento do governo e do secretário Fernando Máximo que tem trabalhado dia e noite no enfrentamento da Covid-19. Em suas palavras, o parlamentar falou da ausência dos demais deputados na reunião virtual, mas deixou suas reflexões e somou à manifestação do governo do Estado em não fechar o comércio. “Eu vejo que não vai refletir na diminuição da propagação do vírus e sim trazer desempregos. O grande problema são pessoas que estão fazendo festa grande com muita gente aglomeradas”, argumentou.


Rondônia está entre os primeiros em número de testes realizados

A opinião do deputado Alex Redano vai ao encontro aos demais que participaram, ou seja, não ser justo fechar empresas sendo que o problema da contaminação esteja acontecendo por parte das pessoas que não estão seguindo o que determina o decreto.

O vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Jair Montes, parabenizou a iniciativa do governo em realizar a videoconferência para possibilitar um trabalho harmônico entre Executivo Estadual e Legislativo Estadual.

“Quero aqui parabenizar o secretário da saúde. Entendemos que todo o mundo foi pego de surpresa inclusive no estado de Rondônia por ser tudo novo (referindo-se ao coronavírus). O trabalho do governo tem efeito positivo com atendimentos à população. Graças a Deus aqui não tivemos que escolher quem ia viver ou quem iria morrer como aconteceu em países da Europa. Há pessoas que vieram a óbito, mas infelizmente por complicações, mas todas tiveram atendimentos. Aqui em Rondônia estamos conseguimos graças a Deus enfrentar a pandemia”, argumentou o deputado Jair Montes.

Ao final, foi solicitada uma possível revisão quanto ao enquadramento das fases em determinados municípios. Os deputados alegaram que alguns conseguiram fazer o “dever de casa” no cumprimento às determinações. Outra reunião será realizada, conforme ficou acertado.

Participaram da videoconferência com o governador Marcos Rocha os deputados estaduais Alex Silva, Lebrão Jair Montes, Alex Redano e Eyder Brasil; secretário de Estado de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, coronel PM José Hélio Cysneiros Pachá; secretário-chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves; secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo; secretário de Estado de Finanças, Luís Fernando; superintendente estadual de Comunicação, Lenilson Guedes; comandante do Corpo de Bombeiros, coronel BM Demargli Férias; e do procurador Geral do Estado, Juraci Jorge da Silva.

Para informações sobre internados por unidades de saúde e municípios, assim como os demais detalhes, acesse o Painel Interativo da Covid-19 em Rondônia, através do endereço: covid19.sesau.ro.gov.br.

Texto: Paulo Ricardo Leal
Fotos: Daiane Mendonça, Ésio Mendes e Ítalo Ricardo

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Destaques

Investimentos no combate ao Covid-19 podem resultar em rombo de R$ 812 bi aos cofres do gov. Saiba Mais

Publicado

em

Por

O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, afirmou que os gastos do setor público para o enfrentamento da pandemia podem resultar em um déficit primário de R$ 812,2 bilhões neste ano. O valor, segundo ele, corresponde a 11,3% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado é considerado o mais alto já registrado pela série histórica de acompanhamento do índice. 

De acordo com o Ministério da Economia, as projeções levam em conta uma queda de 4,7% do PIB em 2020. Pelo balanço, apenas o governo central terá uma dívida bruta correspondente a 94,7% da soma das riquezas do País. Em 2019, a taxa chegou a 75,8%. Waldery, no entanto, acredita que o impacto na economia seja contido até o final do ano. 

Os detalhamentos sobre os gastos relacionados à pandemia foram repassados por integrantes da equipe econômica do governo aos parlamentares da comissão mista que avalia os impactos financeiros da Covid-19. As despesas devem atingir a marca de R$ 505 bilhões. 

Auxílio Emergencial ajuda a baixar pobreza extrema no Brasil

TCU faz análise do impacto da pandemia sobre os direitos previdenciários

Entre ações que envolvem esses gastos, o secretário especial de Fazenda destacou a ajuda financeira a estados e municípios, que deve somar R$ 60, 2 bilhões até o fim de 2020. Até o momento, metade do dinheiro já foi repassado. Também foi feita uma complementação de R$ 16 bilhões para os fundos de participação dos estados e dos municípios (FPE e FPM).

Fonte: Brasil 61

Continue lendo

Destaques

Lives destacam o papel da Mulher Negra no mercado de trabalho

Publicado

em

Por

As ações foram promovidas pelo Programa Respeito Dá o Tom

No último dia 25 de julho foi comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra. Buscando valorizar e trazer a reflexão o papel da mulher negra na sociedade, as concessionárias da Aegea em Rondônia preparam uma agenda especial, com debates, encontros on-line e lives. A temática foi trabalhada durante todo o mês de julho e abordou temas voltados ao mercado de trabalho, com ênfase em oportunidades de capacitação, empoderamento, igualdade salarial e família.

A agenda contou com a participação de várias convidadas que legislam com muita propriedade sobre o assunto e a participação on-line dos colaboradores das unidades que o grupo atende em Rondônia foi primordial para dar vida e novos entendimentos a este tema.

Sandra Regina Nunes dos Santos, moradora de Porto Velho, coordenadora de projetos na empresa Arcadis, mestre, escritora, trouxe em sua palestra o mapeamento histórico do povo negro no país, apresentando os avanços e retrocessos no mercado de trabalho, onde a mulher negra por muitos anos esteve impossibilitada de completar os estudos e até mesmo cursar uma faculdade, reflexo de uma desigualdade que vemos de modo bem presente hoje.

“A iniciativa da empresa Aegea em Rondônia é maravilhosa, por muito tempo temas como este estiveram guardados a sete chaves, agora por meio de programas institucionais, neste caso o Programa Respeito Dá o Tom, estamos debatendo como podemos entender e mudar a desigualdade da mulher negra no mercado de trabalho atual. Refletindo sobre coisas simples: o que eu posso fazer para ajudar? E o que as mulheres negras estão enfrentando e como estão vencendo?”, ainda segundo Regina Nunes.

“É o primeiro passo de uma longa caminhada, o ideal seria se outras empresas e instituições promovessem ações sobre a igualdade e diversidade racial, assim os avanços seriam mais rápidos. É tempo de repensar sobre as políticas públicas e dar voz e principalmente oportunidades de trabalhos para que a mulher negra seja guerreira e valente em todo e qualquer cenário”, finalizou.

Outra convidada que destilou graça, simpatia no mês da mulher negra em sua live foi atriz Cyda Baú. Que durante o encontro compartilhou os desafios de ser negra na conquista de seu espaço, inserção no mercado de trabalho e crescimento profissional. 

Maria Aparecida da Silva Santiago, mais conhecida como Cyda Baú, nasceu no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, região do quilombo é bisneta de escravizados, começou muito cedo a trabalhar como empregada doméstica, enfrentou por várias vezes o racismo e hoje faz questão de contar nos palcos as histórias de outras mulheres negras que a inspiram.

“Este sorriso no rosto que não quer sair é de gratidão, por estar aqui com vocês, mulheres, minhas Marias e alguns Joãos. Minha esperança é que a cada dia mais mulheres negras sejam empoderadas e saiam a luta, conquistando seu espaço e mostrando o que tem de melhor. Livres de todo preconceito e estigmas, vivo aguardando um Brasil cada vez mais digno, que não olha para a cor da pele, mas sim cria oportunidades”.

“Contagiante é a palavra que define Cyda Baú, uma luz, um carisma que só ela tem. Mulher simples, forte, poderosa, pessoa que ensina com o olhar, fala por meio de sorrisos e sem dizer uma palavra está sussurrando, não desista”, contou Tamara Fideles, coordenadora regional da Águas de Ariquemes e Águas de Buritis que mediou a live.

 “Este mês tivemos tantos ensinamentos, ouvimos tantas mulheres, histórias fascinantes. É uma satisfação participar e promover ações que têm e sua missão falar sobre equidade racial, conseguimos entender como é importante debater temas que muitas vezes passam despercebidos em nosso dia-dia. Tenho certeza que cada colaborador cresceu como profissional e ser humano”, contou Vanessa Andrade, responsável pelo departamento de recursos humanos da Aegea em Rondônia.

Respeito Dá o Tom – É o programa de igualdade e diversidade racial do grupo Aegea Saneamento lançado oficialmente 2017, presente em 57 municípios do país. Em Rondônia ele atua nas concessionárias de água e esgoto,  Águas de Ariquemes, Águas de Buritis, Águas de Pimenta Bueno e Águas de Rolim de Moura.  Com o objetivo de promover a equidade, seja nas oportunidades de acesso à empresa e de crescimento profissional dos colaboradores. Da mesma forma, pretende melhorar e ampliar as informações, trazendo mudança a desigualdade racial no país, começando no ambiente de trabalho, em atividades quotidianas e projetos que estejam livres de racismo, preconceitos, discriminações, atitudes que comprometem a postura de respeito, tolerância.

Para mais informações de ações e projetos desenvolvidos pelo Programa Respeito Dá o Tom acesse www.aegea.com.br/respeitodaotom

Acesse ainda www.aegearo.com.br e fique por dentro das informações das concessionárias do grupo Aegea em Rondônia.

Assessoria de Comunicação

Aegea RO

+55 69 9 99372562

Continue lendo

Coronavirus

Alta Floresta sobe mais 20 casos de covid-19 e chega a 80 em tratamento, confira o boletim

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU) divulgou o boletim referente a esta segunda-feira (03), onde contabiliza também os casos de sábado, já que no domingo a unidade de sentinela não funcionou. Mais 20 casos foram confirmados do COVID-19.

Veja os números:
Notificados até o momento: 1211
Casos confirmados: 345
Casos curados: 262
Casos em tratamento: 80
Suspeitos: 39
Descartados: 827
Suspeitos internados: 02
Confirmados internados: 08
Hospitalar: 05
Em UTI: 03

Fonte: Decom

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: