Conecte-se conosco

Destaques

Governador Marcos Rocha diz que contaminação por Covid-19 não ocorre no comércio

Publicado

em

Ao final da reunião, foi solicitada uma possível revisão quanto ao enquadramento das fases em determinados municípios.

O estado de Rondônia tem se destacado na questão do enfrentamento ao coronavírus, atingindo a terceira posição no Brasil em realização de testes rápidos, bem como mantendo-se entre os estados com menores índices de taxa de mortalidade pela Covid-19 e, inclusive, ter aplicado medidas que estão evitando um grande colapso na saúde.

Esses foram alguns pontos amplamente debatidos na noite de quarta-feira (1º), durante videoconferência com a participação do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, de deputados estaduais e secretários estaduais, quando também foi pontuado as medidas dos municípios nas fases estabelecidas no Plano de Ação Todos por Rondônia.

Ao iniciar a videoconferência, o governador chamou a atenção para o momento considerado por ele como conturbado e destacou que há a preocupação de se fazer um balanceamento entre a saúde e a economia, trazendo novamente à tona o fato de se fazer a conciliação entre a abertura do comércio e, ao mesmo tempo, a não contaminação da população.

Durante sua explanação, o chefe do Executivo Estadual voltou a afirmar veemente ser contrário ao fechamento de comércio. “Eu não gostaria de fechar nenhum comércio, ou seja, não concordo com a questão de lockdown. Para ser mais sincero, não acredito que sejam os comércios que estão causando contaminação. O que se tem percebido é o desrespeito de pessoas que vão para balneários, churrascos, festas. Estamos fazendo todas as atitudes possíveis, mas estamos enfrentando algo muito difícil”, disse o governador momento em que pontuou a elaboração de uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19 e ouviu dos deputados presentes à videoconferência a manifestação também contraria ao lockdown.

Fenando Máximo fez um resumo desde o início do atual governo, lembrando que o setor da saúde encontrava-se com grande problema e vivia em colapso com pacientes, sendo atendidos nos corredores dos hospitais. “Conseguimos, com apoio incondicional do governador Marcos Rocha, desenvolver medidas que serviram para desafogar principalmente o Hospital João Paulo II, onde tiramos todos os pacientes do chão e dos corredores e alocamos esses pacientes em alguns hospitais privados, e isso foi resolvido. Este ano, surgiu a pandemia do coronavírus e alguns diziam que a Saúde de Rondônia seria a primeira a entrar em colapso. Antes mesmo da pandemia chegar ao Brasil, já estávamos mobilizados para aquisição de ventiladores pulmonares mecânicos, monitores multiparamétricos, bombas de infusão e equipamentos de proteção individual”, salientou o secretário reforçando que o Estado tem se destacado na questão transparência no combate ao coronavírus e entre os primeiros em número de testes realizados.

O secretário também lembrou que o Governo de Rondônia se antecipou e tem atuado com compromisso na questão da saúde, comprovando tudo através de gráficos exibidos durante a videoconferência onde pontuou a evolução das medidas adotadas com a instalação de novas UTIs.

Ao final, foi solicitada uma possível revisão quanto ao enquadramento das fases em determinados municípios. Os deputados alegaram que alguns conseguiram fazer o “dever de casa” no cumprimento às determinações.

Fonte: Governo de RO – Em Geral

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Coronavirus

Alta Floresta segue para a fase 3 do Plano de Ação do Governo do Estado

Publicado

em

Por

Esta semana, o número de casos confirmados da Covid-19 mostrou um decréscimo em Alta Floresta D’Oeste, sê comparado aos números da semana passada.
Entre os dias 3 e 8 de agosto, o município teve um total de 32 casos da doença. Uma média de 5,33 por dia.

Esta semana, foram apenas 19 casos confirmados em seis dias. A média ficou em 3,16 entre os dias 8 e 13 de agosto.
O secretário adjunto da Secretaria Municipal de Saúde, SIDNEY ALVES, atribuiu a queda a vários fatores, entre eles: o número de casos suspeitos.

De acordo com o último boletim epidemiológico, Alta Floresta D’Oeste tem 63 casos aguardando resultados.
A queda no número de casos confirmados ajudou o município a seguir para a fase 3, penúltima fase do plano de ação como forma de combate a pandemia causada pelo Coronavírus.

A reclassificação foi divulgada pelo Governo do Estado nesta quinta-feira (13), após a publicação do Decreto número 25.291, que fez alterações nas fases do distanciamento social.

Foram vedadas na fase 3, as atividades desportivas, profissional ou amador, que envolvam o confronto de equipes e atividades coletivas de todas as modalidades. E foi nessa fase que a maior parte das cidades rondonienses foram reclassificadas.

Na fase 3 já estavam vedadas e continuam proibidos funcionamento de casas de show, bares, boates, eventos com mais de 10 (dez) pessoas, cinemas e teatros, balneários e clubes recreativos, cursos e afins para pessoas com menos de 18 (dezoito) anos, cursos profissionalizantes e capacitações em instituições públicas e cursos e afins com mais de 10 (dez) pessoas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nesta quinta-feira Alta Floresta D’Oeste registrou mais oito casos da Covid-19.
Agora o município tem 396 casos confirmados, 344 pacientes curados, 48 em tratamento, sendo que cinco estão internados no hospital municipal e quatro estão em Unidades de Terapia Intensiva.

O município chegou a 1.442 casos notificados.
Diante dos números, Sidnei Alves afirmou que a secretaria continua atuando forte nos trabalhos de prevenção e orientação.

Fonte: Florestanoticias.com

Continue lendo

Coronavirus

Alta Floresta: Mais 8 casos de Coronavírus são confirmados nesta quinta-feira

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU) divulgou o boletim referente a esta quinta-feira (13), da COVID-19 em Alta Floresta D’Oeste, onde mais 08 casos foram confirmados. Com isso, a curva de contaminação esta estável no município.

Veja os números:
Notificados até o momento: 1442
Casos confirmados: 396
Casos curados: 344
Casos em tratamento: 48
Suspeitos: 63
Descartados: 983
Suspeitos internados: 00
Confirmados internados: 09
Hospitalar: 05
Em UTI: 03
Óbitos: 04

Fonte: Decom

Continue lendo

Destaques

Alta Floresta: Funcionários da Saúde do município fazem homenagem à técnica de enfermagem Néia

Publicado

em

Por

Funcionários do Hospital Municipal e amigos realizaram uma homenagem à técnica de enfermagem Dulcineia Rosa da Silva, que faleceu durante o dia de ontem, quarta-feira em Porto Velho, mais uma vítima da COVID-19.

Dulcineia Rosa da Silva, conhecida pelos seus amigos e colegas de trabalho como Néia, de 65 anos de idade, fazia parte do grupo de risco e por isso estava afastada de suas funções junto ao Hospital Municipal desde o mês de março. Não se sabe ainda como a mesma contraiu o vírus, onde deu entrada no Hospital Municipal, ficando internada, chegando a ganhar alta, mas no dia seguinte voltou a passar mal e daí em diante seu quadro foi se agravando. No último sábado (08), a mesma foi transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva UTI, onde acabou falecendo nesta quarta-feira. Seu corpo não foi liberado e acabou sendo sepultado em Porto Velho.

Durante esta quinta-feira, grande parte dos funcionários do Hospital Municipal se mobilizaram e fizeram uma homenagem com uma carreata por algumas ruas da cidade, familiares estiveram presentes, onde receberam flores, após um momento de reflexão. No final balões brancos foram soltos na praça Castelo Branco, onde o grupo se concentrou.

Fonte: Portal Princesa Web

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: