Conecte-se conosco

Coronavirus

Alta Floresta sobe para 86 o numero de curados e 30 em tratamento confira o Boletim

Publicado

em

Coronavirus

Alta Floresta segue para a fase 3 do Plano de Ação do Governo do Estado

Publicado

em

Por

Esta semana, o número de casos confirmados da Covid-19 mostrou um decréscimo em Alta Floresta D’Oeste, sê comparado aos números da semana passada.
Entre os dias 3 e 8 de agosto, o município teve um total de 32 casos da doença. Uma média de 5,33 por dia.

Esta semana, foram apenas 19 casos confirmados em seis dias. A média ficou em 3,16 entre os dias 8 e 13 de agosto.
O secretário adjunto da Secretaria Municipal de Saúde, SIDNEY ALVES, atribuiu a queda a vários fatores, entre eles: o número de casos suspeitos.

De acordo com o último boletim epidemiológico, Alta Floresta D’Oeste tem 63 casos aguardando resultados.
A queda no número de casos confirmados ajudou o município a seguir para a fase 3, penúltima fase do plano de ação como forma de combate a pandemia causada pelo Coronavírus.

A reclassificação foi divulgada pelo Governo do Estado nesta quinta-feira (13), após a publicação do Decreto número 25.291, que fez alterações nas fases do distanciamento social.

Foram vedadas na fase 3, as atividades desportivas, profissional ou amador, que envolvam o confronto de equipes e atividades coletivas de todas as modalidades. E foi nessa fase que a maior parte das cidades rondonienses foram reclassificadas.

Na fase 3 já estavam vedadas e continuam proibidos funcionamento de casas de show, bares, boates, eventos com mais de 10 (dez) pessoas, cinemas e teatros, balneários e clubes recreativos, cursos e afins para pessoas com menos de 18 (dezoito) anos, cursos profissionalizantes e capacitações em instituições públicas e cursos e afins com mais de 10 (dez) pessoas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nesta quinta-feira Alta Floresta D’Oeste registrou mais oito casos da Covid-19.
Agora o município tem 396 casos confirmados, 344 pacientes curados, 48 em tratamento, sendo que cinco estão internados no hospital municipal e quatro estão em Unidades de Terapia Intensiva.

O município chegou a 1.442 casos notificados.
Diante dos números, Sidnei Alves afirmou que a secretaria continua atuando forte nos trabalhos de prevenção e orientação.

Fonte: Florestanoticias.com

Continue lendo

Coronavirus

Em Vilhena, mulheres lideram número de contaminações pela Covid-19

Publicado

em

Por

2,5% dos idosos que contraíram a doença na cidade não sobreviveram

A análise dos dados da Secretaria Municipal de Saúde mostra que as mulheres lideram o número de contágios pelo novo Coronavírus em Vilhena, mas são os homens que morrem mais.
 
Segundo os números oficiais, desde o início da crise sanitária, 2.051 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19, e 36 desses pacientes faleceram. Do total de contagiados, 1.112 são de mulheres, o que representa 54,6% dos casos confirmados. Já o número de homens contaminados é de 832, índice de 40,57% dos casos confirmados. A diferença para completar os 100% é de casos que foram mantidos em sigilo.
 
Mas, o índice se inverte quando os números analisados referem-se aos óbitos. Até o boletim da quarta-feira, 12, a maior cidade do sul do Estado havia registrado 36 mortes pela Covid-19; sendo que 26 das vítimas eram homens, consolidando um índice de 72,32% das mortes. Dez mulheres perderam a vida para a Covid-19.
 
Quando se analisa os números levando em consideração a faixa etária, percebe-se a necessidade dos cuidados para evitar o contágio dos idosos. Os números mostram que, do total de casos, os pacientes com 60 anos ou mais representam apenas 8,97% dos casos confirmados. Mas, os óbitos de pessoas nesta faixa etária representam 64%, ou seja, das 36 mortes de pacientes por Covid-19 em Vilhena, 23 tinham 60 anos ou mais. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, foram registrados 184 casos da doença em pessoas dessa faixa etária. Isso significa dizer que 12,5% dos idosos que contraíram a doença não sobreviveram.
 
No entanto, a análise dos números gerais revela que a cidade tem uma taxa de letalidade baixa em comparação tanto com outras cidades rondonienses do mesmo porte, quanto com as taxas estadual, nacional e até mundial. A taxa de letalidade em Vilhena é de 1,46%; enquanto que Cacoal tem uma taxa de 1,60%; Ariquemes 1,67%; Ji-Paraná 1,99%; e Porto Velho 2,46%. Já a taxa estadual é de 2,12%; a nacional é de 3,28%; e a mundial é de 3,61%.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci

Continue lendo

Coronavirus

Alta Floresta: Mais 8 casos de Coronavírus são confirmados nesta quinta-feira

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU) divulgou o boletim referente a esta quinta-feira (13), da COVID-19 em Alta Floresta D’Oeste, onde mais 08 casos foram confirmados. Com isso, a curva de contaminação esta estável no município.

Veja os números:
Notificados até o momento: 1442
Casos confirmados: 396
Casos curados: 344
Casos em tratamento: 48
Suspeitos: 63
Descartados: 983
Suspeitos internados: 00
Confirmados internados: 09
Hospitalar: 05
Em UTI: 03
Óbitos: 04

Fonte: Decom

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: