Conecte-se conosco

Economia

Gasolina fica abaixo de R$ 3,90 pela 1ª vez em oito meses nos postos de Porto Velho

Publicado

em

Dados da ANP indicam queda de quase 13% no valor médio do combustível em oito meses. Veja gráfico

O litro da gasolina fechou a primeira semana de junho sendo vendido abaixo dos R$ 3,90, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgado no fim de semana. De acordo o órgão regulador, o consumidor portovelhense passou a pagar R$ 3,89, em média, pelo litro da gasolina. É o menor valor nas bombas desde 26 de outubro, quando o litro custava R$ 4,47.

Os meses de fevereiro e março foram os piores para os motoristas de Porto Velho, pois o litro chegou a ser comercializado por até R$ 4,62. Mas desde então o valor da gasolina vem reduzindo. Em porcentagem, a ANP revela que em oito meses a redução do valor médio da gasolina chega a 12,97% (abaixo, confira o gráfico que mostra a evolução do preço médio nos últimos meses).

● Etanol: 3,62

Na última semana, o etanol e o diesel tiveram redução no preço médio nas bombas dos postos. O etanol caiu de R$ 3,46 para R$ 3,37 na capital (uma queda de 2,60%). Já o diesel recuou de R$ 3,41 para R$ 3,37 (uma redução de 1,17%).

Petrobras anuncia aumento nas refinarias

A redução do valor da gasolina nos postos de Porto Velho pode estar com os dias contados. Isso porque nesta segunda-feira (8) a Petrobras anunciou que vai elevar os preços médios da gasolina em suas refinarias em 10%, a partir desta terça-feira (9). O repasse de reajustes nas refinarias até os consumidores finais não é imediato e depende de uma série de questões, como margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de biodiesel.

O reajuste é o primeiro anunciado pela Petrobras em junho e segue-se a quatro aumentos consecutivos aplicados pela empresa para a gasolina em maio. Apesar dos últimos aumentos, a gasolina nas refinarias da Petrobras está no momento quase 24% abaixo das cotações vistas no início do ano, em meio ao forte recuo do petróleo após uma inédita destruição de demanda associada a medidas de isolamento adotadas pelo mundo contra a disseminação do coronavírus.

Fonte: G1/RO

Fotógrafo: Divulgação

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Economia

Governo de Rondônia lança projeto de enfrentamento aos impactos financeiros causados pela pandemia

Publicado

em

Por

O projeto tem como público-alvo empreendedores formais e informais, artesãos, MEI, microempresa, eireli, associações e cooperativas

A Superintendência Estadual de Desenvolvimento e Infraestrutura (Sedi) do Governo de Rondônia, lança o projeto “Microcrédito Produtivo Social para retomada da economia”, como medida de enfrentamento dos impactos financeiros causados pela pandemia da Covid-19.

Utilizando os recursos do Fundo de Investimento e de Desenvolvimento Industrial do Estado de Rondônia (Fider), serão injetados R$ 10 milhões para financiamentos, através do Banco do Povo de Rondônia, que serão repassados entre as entidades creditícias, que terão metas a cumprir. Através desses resultados a entidade não ficará com recurso ocioso.

Além de contribuir com as operações de retomada da economia em todo o território de Rondônia, pelos pequenos e microempreendedores, de modo que superem a situação ou que consigam sair dela sem comprometer custos relacionados à sua própria subsistência fortalecendo a economia do Estado por meio do microcrédito, proporcionando a geração de renda e ocupação de trabalho acompanhados de orientações técnicas.

O projeto tem como público-alvo empreendedores formais e informais, artesãos, microempreendedor individual (MEI), microempresa, empresa individual de responsabilidade limitada (Eireli), associações e cooperativas que obtêm faturamento anual de até R$360 mil, e tem como objetivo atingir cerca de 2.500 pequenos empreendedores até o final do ano de 2020.

“Temos feito grande esforço para que os empreendedores possam ter acesso ao microcrédito, pois, com esse financiamento será possível minimizar os efeitos da pandemia, e acelerar o processo de retomada da economia do Estado de Rondônia, destacou o superintendente da Sedi, Sérgio Gonçalves.

MICROCRÉDITO PRODUTIVO SOCIAL

As linhas de créditos podem variar de R$300 a R$ 30 mil, condicionando à capacidade de pagamento do cliente e análise de crédito, com aval individual ou solidário em grupo com no mínimo três participantes.

Após concluído o processo, o empréstimo tem o período de carência de até seis meses, e o prazo de pagamento de até 36 meses, a taxa de juros é de 0,11%, caso o pagamento seja efetuado em dia. O financiamento estará liberado a partir do momento que o período de calamidade pública for cessado, e ficará disponível por oito meses, podendo ser prorrogado.

Para ter acesso ao crédito, o empreendedor acessa o site das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OCISP), onde entrará em contato com a unidade do Banco do Povo mais próxima. Ou, interessados por empréstimos podem entrar em contato com o Banco do Povo de Rondônia pela Central Porto Velho: (69) 3026-1037 e (69) 3026-4591 ou Central Ariquemes: (69) 3536-3151.

Fonte
Texto: Ana Cláudia Barros
Fotos: Paulo Sérgio e Frank Néry
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo

Destaques

Preços da gasolina, diesel e gás de cozinha terão aumento a partir desta quinta-feira

Publicado

em

Por

Os cearenses irão sentir no bolso o aumento dos preços da gasolina, óleo diesel e gás de cozinha. A Petrobras anunciou que vai reajustar os valores em suas refinarias a partir desta quinta-feira. De acordo com a companhia, o aumento na gasolina será de 4%, enquanto o óleo diesel terá um aumento médio de 2%. Já os preços do gás usado nas residências em botijões de 13 quilos, terá um aumento médio de 5%.

Este é o quinto reajuste de preços do produto nas refinarias da Petrobras, válido também para o produto consumido nas indústrias e comércio. O último reajuste, no dia 23 de julho, foi de 6% em média nas refinarias.

Na prática, com o aumento a gasolina que custa, em média, R$ 4,15 o litro, deve passar para R$ 4,31. Já o gás de cozinha, encontrado pelo valor médio de R$ 75, passa a custar R$ 78,75.

Fonte: O Globo

Continue lendo

Economia

Caixa vai abrir 770 agências neste sábado (8) para saques do Auxílio Emergencial e do FGTS Emergencial

Publicado

em

Por

Para atender beneficiários do Auxílio Emergencial e  do Saque Emergencial do FGTS, a Caixa Econômica vai manter abertas 770 agências neste sábado (8), das 8h às 12h. O atendimento é voltado para que pessoas nascidas de janeiro a abril possam fazer o saque em espécie do Auxílio Emergencial. Já o saque do FGTS Emergencial é para trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro.

A lista de agências que estarão abertas pode ser conferida no site do banco. 

Serão atendidos mais de 300 mil beneficiários do Auxílio Emergencial nascidos antes de abril e 3,8 milhões de nascidos em abril. O saque pode ser feito caixas eletrônicos, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. O beneficiário também pode transferir valores para contas da Caixa ou de outros bancos.

Fonte: Brasil 61

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: