Conecte-se conosco

Economia

Trabalhando em casa ou reabrindo o comércio? Saiba como economizar energia elétrica.

Publicado

em

Energisa dá dicas simples para que o consumo nesse período não aumente. Veja como.

A família mais tempo em casa, trabalho à distância (teletrabalho ou homeoffice) e intensificação de trabalhos artesanais podem ser sinônimo de conta de energia mais alta no fim do mês, mas não precisa ser assim. Com uma rotina mais organizada e adoção de novos hábitos, você pode economizar energia elétrica, evitando que seu consumo suba no fim do mês. Há dicas, inclusive, para os comércios que estão reabrindo e querem evitar uma alta brusca no consumo neste período.

“Como energia é algo que não podemos tocar, muitas vezes não percebemos que estamos consumindo mais. Mesmo sem mudar a quantidade de eletrodomésticos ligados, o consumo tende a subir, pois nossos hábitos mudam, ainda que de forma sutil. Mais tempo em casa significa mais celular sendo carregado, ventiladores ou ar-condicionado ligados por mais tempo, mais vezes que a geladeira é aberta, e por aí vai. Tudo isso influencia e impacta no fim do mês”, explica Talis Sousa, coordenador de Eficiência Energética da Energisa Rondônia.

Talis destaca ainda que “a revisão dos hábitos individuais e coletivos no dia a dia são fundamentais para garantir um consumo mais adequado às condições de cada família. A Energisa quer que todos tenham o conforto da energia elétrica sem sustos com o orçamento doméstico no fim do mês”.

Trabalhando em casa? Veja o que pode fazer a diferença

– Uma dica que faz a diferença é escolher um ambiente ventilado e com iluminação natural para trabalhar. Assim, não é preciso acender as luzes durante o dia, e se o clima estiver mais fresco, é possível evitar o ventilador. Se não for possível, dê preferência ao uso de lâmpadas de LED, que consomem menos energia.

– Se o calor for intenso e o uso do ar-condicionado for inevitável, priorize a temperatura a partir de 23ºC.

– TV ligada para fazer barulho pode ser uma boa companhia nesse momento, mas poderá impactar no consumo de energia no fim do mês. Sempre que possível, evite deixar a TV ligada sem necessidade.

– Celular hoje em dia é item necessário, mas fique atento ao recarregar. Carregue somente quando realmente estiver com pouca carga e tire da tomada quando chegar ao 100%. Depois que terminar, tire também o carregador da tomada, para evitar fuga de energia.

– Mais de uma pessoa trabalhando em casa? Evite extensões. Além do risco de sobrecarregar a rede interna do imóvel, a extensão pode fazer o equipamento trabalhar mais e assim, consumir mais energia.

– Vale tentar trazer para dentro de casa hábitos do antigo ambiente de trabalho, como por exemplo: ter uma garrafa térmica para água. Assim, a geladeira não é aberta muitas vezes, evitando o abre e fecha. Quanto mais ar quente entra na geladeira, mais o aparelho consome energia para manter a baixa temperatura.

– Trabalhando com computador em casa? Durante os intervalos desligue o monitor, pois essa é a parte do aparelho que mais consome energia.

– Evite equipamentos em stand by. Tirar da tomada o que não está sendo usado é a melhor opção para economizar.

Reabrindo o seu comércio? Veja o que pode ser feito enquanto o ritmo de trabalho não é normalizado.

– Analise se todos os equipamentos elétricos precisam ser realmente ligados. Caso perceba que não, deixe ligado apenas o necessário.

– Repensar a disposição dos móveis na sua loja também pode ajudar. Priorize a iluminação e ventilação natural.

– Analise como a sua loja está montada. Se for possível usar menos eletrodomésticos com segurança para seus clientes (seguindo sempre as recomendações da Organização Mundial de Saúde) com mudanças no formato da loja, mãos à obra!

– Tem geladeira ou freezer no comércio? Verifique as borrachas para saber se está vedando o aparelho corretamente.

– Precisa manter o ar-condicionado ligado? Faça a limpeza dos filtros corretamente e tente deixá-lo em uma temperatura que não precise consumir mais energia para funcionar, a partir dos 23º graus.

A Energisa preparou mais dicas no seu perfil do YouTube e nas redes sociais. Há orientações sobre como economizar energia com as crianças em casa e alertas sobre os equipamentos que mais gastam energia em vídeos curtos. Basta acessar www.youtube.com/energisaoficial

e conferir.


Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia
Anl Comunicacao I – GER COMUNIC MARKETING UNIDADE
[email protected]

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Destaques

Preços da gasolina, diesel e gás de cozinha terão aumento a partir desta quinta-feira

Publicado

em

Por

Os cearenses irão sentir no bolso o aumento dos preços da gasolina, óleo diesel e gás de cozinha. A Petrobras anunciou que vai reajustar os valores em suas refinarias a partir desta quinta-feira. De acordo com a companhia, o aumento na gasolina será de 4%, enquanto o óleo diesel terá um aumento médio de 2%. Já os preços do gás usado nas residências em botijões de 13 quilos, terá um aumento médio de 5%.

Este é o quinto reajuste de preços do produto nas refinarias da Petrobras, válido também para o produto consumido nas indústrias e comércio. O último reajuste, no dia 23 de julho, foi de 6% em média nas refinarias.

Na prática, com o aumento a gasolina que custa, em média, R$ 4,15 o litro, deve passar para R$ 4,31. Já o gás de cozinha, encontrado pelo valor médio de R$ 75, passa a custar R$ 78,75.

Fonte: O Globo

Continue lendo

Economia

Caixa vai abrir 770 agências neste sábado (8) para saques do Auxílio Emergencial e do FGTS Emergencial

Publicado

em

Por

Para atender beneficiários do Auxílio Emergencial e  do Saque Emergencial do FGTS, a Caixa Econômica vai manter abertas 770 agências neste sábado (8), das 8h às 12h. O atendimento é voltado para que pessoas nascidas de janeiro a abril possam fazer o saque em espécie do Auxílio Emergencial. Já o saque do FGTS Emergencial é para trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro.

A lista de agências que estarão abertas pode ser conferida no site do banco. 

Serão atendidos mais de 300 mil beneficiários do Auxílio Emergencial nascidos antes de abril e 3,8 milhões de nascidos em abril. O saque pode ser feito caixas eletrônicos, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. O beneficiário também pode transferir valores para contas da Caixa ou de outros bancos.

Fonte: Brasil 61

Continue lendo

Economia

Governo de Rondônia economiza mais de R$ 3 milhões em gastos administrativos durante pandemia

Publicado

em

Por

Água, luz, manutenção da frota única, combustível e passagens resultaram na economia de mais de R$ 3 milhões

No fechamento do Relatório de Redução de Gastos do Primeiro semestre de 2020, a Superintendência de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos (Sugesp) constatou uma economia de mais de R$ 3 milhões, em comparação ao mesmo período de 2019, com as despesas de água, luz, manutenção da frota única, combustível e passagens.

De acordo com o superintendente da Sugesp, coronel Carlos Lopes, já no primeiro trimestre deste ano, houve uma redução de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior, chegando ao montante que supera a economia feita em 2019, resultado de um controle aplicado, ainda mais rígido desde o início de 2020.

Lopes ainda destaca que a chegada do Decreto N° 25.108, de 02 de Junho de 2020, que Instituiu o Plano de Contingenciamento de Gastos para o Enfrentamento da Pandemia de Covid-19, no âmbito do Poder Executivo do Estado de Rondônia, veio ao encontro do trabalho que já vinha sendo executado pela Sugesp. “A finalidade da Sugesp é gerir os gastos públicos, e gerir bem. Por isso, logo no início de 2020, aprimoramos a mesma política de controle que implantamos em 2019 e que trouxe ótimos resultados, a exemplo da redução que obtivemos com diárias, onde houve uma diminuição de 30% se comparado ao ano de 2018”, disse.

Lopes concluiu esclarecendo que essa foi uma das determinações do governador Marcos Rocha, quando lhes foi dada a missão de estar à frente da Sugesp. “A premissa é reduzir para entregar mais, de forma eficiente”.

O valor da economia será destinado a ações prioritárias estabelecida pelo governo.

Fonte
Texto: Marina Espíndola e Marcela Alves
Fotos: Ésio Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: