Conecte-se conosco

Agronegócio

Governo de Rondônia busca diálogo com produtores de leite para evitar crises no setor

Publicado

em

O governo de Rondônia se mantêm firme na busca conjunta de soluções para questões do setor do agronegócio do leite

A pandemia da Covid-19 vem causando repercussões, não apenas de ordem biomédica e epidemiológica em escala global, mas também impactos sociais, culturais, políticos, históricos e principalmente na economia, como é o caso do setor de produção de leite no Estado de Rondônia. Por este motivo, é de suma importância neste momento de crise, a busca por alternativas e ações que ajudem a superar este momento difícil.

De acordo com a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), há constantemente o diálogo com as entidades representativas de produtores rurais e indústrias lácteas para que, em conjunto, sejam encontradas as melhores formas para fomentar a produção leiteira no Estado.

“Através do Fundo Proleite, algumas ações estão sendo executadas para fortalecer o setor, tais como, o investimento em assistência técnica especializada para a pecuária de leite, recuperação da usina de nitrogênio de Porto Velho e Ouro Preto do Oeste, aquisição de equipamentos para a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural), que serão usados no setor, e pagamento do serviço de transporte de calcário adquirido pelo produtor de leite, bem como, a destinação de R$ 5 milhões do Fundo Proleite para aquisição de leite e derivados pelo Programa Estadual de Aquisição de Alimentos (PAA), que garantirá comercialização e renda para o produtor e a contratação do serviço de elaboração do preço de referência do leite em Rondônia, para subsidiar a negociação do preço entre produtor e indústria, através do Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite do Estado de Rondônia (Conseleite), que congrega representantes das indústrias e dos produtores”, enfatiza o secretário Evandro Padovani.

O Comitê de Crise de Leite, criado pela Seagri, tem envidado todos os esforços e mantido contato com as indústrias para evitar as reduções no preço do leite, tendo algumas delas colaborado e concordado com as sugestões.

“As notícias de paralisação por parte dos produtores rurais são preocupantes por conta do abastecimento do produto, mas reconhecemos o direito do produtor em relação ao destino de sua produção, no entanto pedimos que evitem o fechamento de vias ou impedimento de trânsito de veículos, pois entendemos que o diálogo ainda é o melhor caminho para soluções conjuntas de crises como a que estamos vivendo”, disse Padovani.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Agronegócio

Garota expande e transforma sítio da família, na cidade de Cabixi, em exemplo na engorda de bois

Publicado

em

Por

Garota expande e transforma sítio da família, na cidade de Cabixi, em exemplo na engorda de bois

Ela concluiu os estudos do segundo grau e decidiu que era o momento de ajudar sua mãe e seu pai a tocar os negócios de família, o Sítio Miranda, no município de Cabixi. A propriedade, que era voltada à produção de suínos, passou por diversificação das atividades e até expansão de fronteiras, depois que a administração passou a ser feita em conjunto entre a jovem produtora Vanessa Miranda e seus pais.

A história foi destaque do quadro Giro pelo Brasil. “É uma jovem diferenciada. Quando terminou o segundo grau, resolveu ajudar o pai e a mãe no negócio da família no sítio. Eles tocavam uma granja de porco e aí caíram para dentro do negócio (pecuária de corte). Ela resolveu mexer com gado também e hoje engorda em torno de 200 cabeças em um confinamento fechado, mais um pouco no no semiconfinamento. Já andou comprando mais propriedades por lá. É uma jovem que só está crescendo”, reconheceu o originador da Friboi para a unidade de Vilhena, Wagner Alencar.

Desde que Vanessa passou a integrar a administração do sítio, outras duas propriedades já foram adquiridas para os negócios da família, um fruto do esforço da jovem que, se preciso, coloca a mão na massa e ajuda em tarefas como soldagem das gaiolas dos suínos, conforme já presenciou o originador em visita recentemente realizada. Ainda de acordo com relato de Alencar, as boiadas engordadas no confinamento apresentam bom padrão, sendo jovens e com o acabamento de gordura adequado.

Fonte: Reprodução

Autor: Canal Rural

Continue lendo

Agronegócio

Rondônia na Campanha “Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos”

Publicado

em

Por

As mulheres rurais de Rondônia e de tantos outros estados brasileiros estão representadas na 5ª edição da campanha “Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos”, que foi lançada nesta quarta-feira, 29, no Palácio do Planalto, em Brasília.
No vídeo de lançamento, que está abaixo, o depoimento é da cafeicultora Maria Aparecida Aruá, casada com o indígena Valdir Ferreira Aruá. Eles vivem na Terra Indígena Rio Branco, em Alta Floresta D’Oeste – Rondônia, com os três filhos. Na lavoura, eles têm banana, castanha e são reconhecidos pelo plantio dos cafés Robustas Amazônicos sustentáveis e especiais.
Por meio de fotos e vídeos depoimentos, estas mulheres rurais contam suas histórias de desafios e vitórias. Essas destemidas mulheres não poupam esforços para realizar o trabalho diário, cuidar família e levar alimentos para as mesas de todos nós!
O objetivo da campanha “Mulheres Rurais, Mulheres com Direito 2020-2021” é dar visibilidade ao papel importante das mulheres rurais, indígenas e afrodescendentes, especialmente diante de um complexo contexto de desigualdades estruturais e de desafios sociais, econômicos e ambientais. Diante do impacto da pandemia da COVID-19 na região, os desafios tornaram-se ainda maiores.
A 5ª edição da campanha é uma iniciativa conjunta e colaborativa internacional e intersetorial promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – FAO na América Latina e no Caribe. No Brasil, o comitê que executa as ações da campanha de maneira conjunta é formado pela FAO, pela ONU Mulheres, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Embrapa, Aliança de Cônjuges de Chefes de Estado e Representantes (ALMA) e demais instituições.
A solenidade de lançamento contou com as presenças do presidente Jair Bolsonaro, da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e das ministras Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos), e do representante da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) no Brasil, Rafael Zavala.
Fonte: Renata Silva

Continue lendo

Agronegócio

Governador de Rondônia confirma apoio a evento de agronegócio totalmente on line

Publicado

em

Por

Agrolab Amazônia é uma iniciativa do Sebrae com a adesão de importantes parceiros

O Governador Coronel Marcos Rocha se reuniu na manhã desta sexta (24), junto com alguns secretários de estado, para conhecer o projeto do evento Conecta Sebrae Agrolab Amazônia, que foi apresentado pelo Diretor Técnico do Sebrae em Rondônia, Samuel Almeida em reunião virtual.

O gestor do Executivo Estadual se inteirou dos detalhes e colocou sua equipe à disposição do evento, que promete ser uma grande revolução, especialmente para o homem do campo, uma vez que oferecerá uma experiência de realidade virtual nunca antes experimentada pelo setor produtivo na Amazônia. “Achei bastante interessante e vamos encaminhar inclusive ao Presidente Bolsonaro e também a diversos ministros. Parabéns ao Sebrae, acho que nosso estado precisa disso e tem tudo para dar certo. Rondônia é um estado que nasceu para dar certo! ”, disse o governador, que estava acompanhado de secretários e assessores, como o Secretário de Estado da Seagri, Evandro Padovani e o Superintendente da Sedi, Sergio Gonçalves.

O diretor técnico do Sebrae, Samuel Almeida apresentou a proposta da feira, com seus diversos ambientes a serem visitados virtualmente pelos participantes mas frisou que será mais que um evento virtual: “O Agrolab Amazônia será a conexão a integração que precisamos para continuar contribuindo com o desenvolvimento de nosso estado”, disse ele.

Samuel propôs que durante o evento seja realizado um fórum virtual de governadores da Amazônia Legal para discussão de grandes temas para a região. ”Vou levar a proposta no grupo que temos de governadores e vou conversar com o presidente do fórum, que é o governador do Amapá, Waldez Góis”, pontuou o governador.

O Conecta Sebrae Agrolab Amazônia será um evento virtual voltado ao agronegócio onde uma plataforma on line será disponibilizada e acessada pelos participantes e trará grandes palestras de interesses do produtor rural, discussões relevantes em torno dos gargalos que o setor produtivo enfrenta e também a geração de negócios. O evento ocorrerá nos dias 22 a 24 de setembro e a programação será divulgada em breve.

Plataforma on line

O Conecta Sebrae Agrolab Amazônia será uma plataforma on line, com inscrições gratuitas onde o participante assumirá um avatar ao se conectar no evento e poderá navegar pelos ambientes virtuais criados. Poderá assistir palestras, participar de rodadas de negócios, fazer networking, visitar stands virtuais e muito mais. Para fazer uma pré inscrição, basta acessar www.agrolabamazonia.com

e receber conteúdos exclusivos do evento (programação, palestrantes e demais informações).

Saiba mais sobre as ações do Sebrae no agronegócio, acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, (69) 98130 5656, Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube nos canais Sebrae RO.

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: