fbpx
Conecte-se conosco

Educação

MP faz recomendações para retorno das aulas presenciais em Rondônia

Publicado

em

O Ministério Público de Rondônia (MPRO), por meio do Grupo de Atuação Especial da Infância, Juventude e Defesa da Educação (GAEINF) e da 18ª Promotoria de Justiça de Porto Velho (Curadoria da Educação), e o Ministério Público de Contas (MPC) emitiram Recomendação Conjunta que dispõe sobre a execução de política educacional diante dos impactos da pandemia do coronavírus (covid-19), com reordenação das atividades pedagógicas no ano letivo e adoção de medidas a serem adotadas, no momento em que for deliberado o retorno às aulas presenciais.

O documento é destinado ao Secretário de Educação do Estado e Municípios e leva em consideração, entre normas e diretrizes estabelecidas por autoridades sanitárias, nota técnica emitida pelo Gabinete de Articulação para Enfrentamento da Pandemia na Educação do Estado de Rondônia (GAEPE/RO), recomendando que o retorno das atividades escolares presenciais seja feito de forma planejada e gradual nas unidades das redes de ensino, em regime de colaboração entre o Estado e municípios, a partir da apresentação de um plano com protocolo a ser adotado por município.

O retorno das aulas presenciais deverá ser condicionado à prévia comprovação da avaliação de risco na saúde pública que autorize a abertura das unidades escolares com segurança, fundamentado por especialistas na área epidemiológica estadual, e com observância às diretrizes do Ministério da Saúde, aos Protocolos de Manejo Clínico da Covid-19 e às diretrizes do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública – COE-nCoV.

Expedida na última quarta-feira (27/05), a Recomendação Conjunta do MPRO e MPC traz um total de 20 itens, com orientações que versam sobre medidas sanitárias preventivas e de combate ao coronavírus, abordando questões como distanciamento social na rotina escolar e na sala de aula; necessidade de retorno gradual e em menor número de alunos; disponibilização de lavatórios e de produtos de higienização, entre outras providências.

Na área pedagógica, algumas das orientações são a aplicação de metodologias e instrumentos para o diagnóstico das dificuldades em relação à aprendizagem que se procurou desenvolver no modelo não presencial; avaliação, individualizada, das aprendizagens e habilidades desenvolvidas, de acordo com o perfil de cada estudante e execução de programas de reforço escolar.

O documento também traz medidas a serem adotadas para estudantes com deficiência ou transtornos globais de desenvolvimento e aqueles com altas habilidades, pedindo que seja garantida a frequência às turmas regulares e ao atendimento especializado (AEE) com plena acessibilidade, quando necessário, com serviço de apoio especializado para atender às peculiaridades da educação especial.

Profissionais da Educação – Outro ponto contemplado pela recomendação é o corpo de profissionais da Educação. De acordo com o documento, deverá ser feito um acolhimento aos professores e demais profissionais da área. Nesse contexto, deverão ser implementadas medidas sanitárias adequadas e ofertado apoio psicológico para o grupo, a fim de prepará-lo emocionalmente para receber os alunos e suas famílias.

Assinam a recomendação, os Promotores de Justiça do Ministério Público de Rondônia, Marcos Giovane Ártico (Coordenador do Grupo de Atuação Especial de Defesa da Educação e Infância) e Alexandre Jésus de Queiroz Santiago ( Titular da Promotoria da Educação de Porto Velho) e, ainda, o Procurador-Geral do Ministério Público de Contas, Adilson Moreira de Medeiros.

Fonte: RONDONIA ATUAL

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Educação

SEMED comunica matrículas abertas na cidade de Alta Floresta D´Oeste Ro

Publicado

em

A Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Educação de Alta Floresta D´Oeste, comunica aos pais ou responsáveis, que as Escolas Floresta Encantada, Escola 17 de Junho e Escola Monteiro Lobato,  estão efetuando as matriculas para as turmas na Educação Infantil e Ensino Fundamental (1º ao 5º ano).

Telefones para contato:

Escola Floresta Encantada: 

3641- 3263

Escola 17 de Junho:

3641- 4233

Escola Monteiro Lobato:

3641- 4177

Secretaria Municipal de Educação:

3641-2215

         Ressaltamos que diante da situação de emergência em Saúde Pública estabelecida pelo Ministério da Saúde e Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Municipal de Educação está planejamento um retorno seguro dos alunos e profissionais da Educação.

Continue lendo

Educação

Cadastro para reserva de vaga online em escolas da rede estadual inicia nessa quarta-feira, dia 20 de janeiro

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa aos interessados em ingressar na Rede Estadual de Ensino de Rondônia sobre o início do cadastro da reserva de vaga online, que acontece nas primeiras horas desta quarta-feira (20) e segue até 24 de janeiro, às 12h.

Esta é a primeira etapa a ser cumprida para a realização de matrícula de estudantes que são oriundos da rede municipal, particular e de outros municípios e estados, que se interessem em migrar para a rede estadual. O cadastro será realizado através do endereço eletrônico: reservadevagaonline.seduc.ro.gov.br.

Documentos necessários para o cadastro de reserva de vaga online:

• Certidão de nascimento;
• CPF do estudante (obrigatório);
• Comprovante de Residência;
• Histórico escolar ou declaração de estudante;
• Cartão de vacina do estudante com idade inferior a 18 anos;
• Cartão de inscrição em programa social (caso possua);
• CPF do responsável pelo estudante com idade inferior a 18 anos.

Saiba mais no link: http://www.rondonia.ro.gov.br/cadastro-para-reserva-de-vaga-online-em-escolas-da-rede-estadual-inicia-nessa-quarta-feira-20/

Continue lendo

Educação

Estudantes devem se atentar a locais e horários de realização das provas do Enem 2020 em Rondônia

Publicado

em

Os candidatos do Enem 2020 devem se atentar às regras e informações do exame.

Os estudantes da Rede Pública Estadual de Rondônia que farão o Enem 2020, devem se atentar aos locais e horários de realização das provas. O exame terá duas versões de provas impressas que serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. A versão digital será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, conforme anunciou o Ministério da Educação (MEC). Os participantes podem verificar o local da realização do exame através do cartão de confirmação na Página do Participante no site do Inep, ou através do aplicativo do Enem para celular, disponível nas plataformas Apple Store e Google Play.

A pandemia do novo coronavírus implicou também em novas regras para o Enem. Não serão permitidos candidatos sem máscara no local da prova. Os participantes diagnosticados com doenças infecciosas, como a Covid-19, não devem comparecer para a realização da prova. Os mesmos devem informar o diagnóstico ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Por conta tempo de duração das provas, será permitida a entrada de alimentos. Os candidatos poderão retirar a máscara no momento do consumo.

ABERTURA DOS PORTÕES:

• Abertura dos portões: 11h30 (horário de Brasília), 10h30 horário local.
• Fechamento dos portões: 13h (horário de Brasília), 12h horário local.
• Início das provas: 13h30 (horário de Brasília), 12h30 horário local.
• Término das provas 1º dia: 19h (horário de Brasília), 18h horário local.
• Término das provas 2º dia: 18h30 (horário de Brasília), 17h30 horário local.

O QUE LEVAR NO DIA DA PROVA:

• Documento oficial de identificação com foto;
• Caneta esferográfica transparente de tinta preta;
• Máscara de proteção;

REGRAS QUE LEVAM A DESCLASSIFICAÇÃO:

• Portar fora do envelope de objetos fornecido pelo aplicador itens como: folhas ou bloco para rascunho, artigos de chapelaria, fones de ouvido, chaves, materiais escolares como lápis, lapiseira, borracha, caneta com material não transparente, dispositivos eletrônicos, relógios de qualquer tipo, livros e manuais;

• Portar arma de qualquer espécie;

• Recusar-se injustificadamente a ter cadastro biométrico coletado e ser vistoriado pelo coordenador, assim como seus objetos e alimentos;

• Ausentar-se da sala de aplicação, exceto para ir ao banheiro acompanhado por um fiscal;

• Descumprir as orientações da equipe de aplicação e as regras contidas no edital, durante a realização do exame;


Fonte
Texto: Valéria Rodrigues
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

Agronegócio

Policial

Internacional

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: