Conecte-se conosco

Geral

Marcos Rogério contraria posição da OMS e defende reabertura irrestrita de templos religiosos

Publicado

em

O membro do Congresso disse: “Nada há de incomum no âmbito das igrejas. Não há, portanto, justificativa, nem de longe, para adoção de medidas extremas como se estivéssemos vivendo estado de exceção…”.

O senador de Rondônia Marcos Rogério, do DEM, defendeu publicamente a reabertura irrestrita dos templos religiosos, contrariando o posicionamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) voltado ao protocolo de isolamento social em decorrência da pandemia desencadeada pelo Coronavírus (COVID-19/SARS-CoV-2). Em determinado trecho da manifestação, o congressita chega a chamar a medida de “estado de exceção”, alegando, ainda, não haver justificativa, nem de longe, “para adoção de medidas” que denominou como extremas. O Coronavírus já matou, no mundo todo, 83.471 pessoas; no Brasil, 688; e em Rondônia, com poucos casos confirmados, uma cidadã já faleceu em decorrência da enfermidade.

CONFIRA O DISCURSO DE MARCOS ROGÉRIO:

Fonte: Rondoniadinamica

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Destaques

Super Ofertas da Economia do Comercial Tradição nesta quinta, sexta e sábado

Publicado

em

Por

Continue lendo

Destaques

Comunicado Escola Padre Ezequiel Ramim, Cartão Alimentação

Publicado

em

Por

ATENÇÃO! A EEEFM PADRE EZEQUIEL RAMIN comunica aos responsáveis pelos alunos que possuem o BOLSA FAMÍLIA, que ainda não foram retirar o CARTÃO ALIMENTAÇÃO, para procurarem a escola, no período da manhã (das 8:00h às 12:00h) o mais rápido possível. Devem ter em mãos os documentos do responsável e do aluno e o Cartão Bolsa Família.

Fonte: Assessoria

Continue lendo

Geral

Energia que Transforma chega ao Parque Industrial Tancredo Neves com energia de qualidade e segura

Publicado

em

Por

Fio: 70 famílias têm ligação regularizada pela Energisa depois de 25 anos de espera. Nova rede construída pode atender 200 residências.

As 70 famílias que moram no bairro Parque Industrial Tancredo Neves, em Vilhena, agora contam com energia elétrica de qualidade fornecida pela Energisa. O bairro existe há mais de 25 anos e muitos dos moradores contam que antigamente utilizavam velas e lamparinas. Depois, a maioria das residências passou a contar com ligações ilegais, que levava uma energia de má qualidade e sem segurança.

A casa de Domingos José dos Santos estava com uma ligação irregular há 10 anos, puxada de uma rede elétrica distante 300 metros. “Já queimei minha geladeira, o micro-ondas e a máquina, por causa do rabicho”, lembra.

Para atender esses moradores, foi construída uma rede capaz de abastecer 200 casas populares. A regularização é uma das ações do programa Energia que Transforma, que em 2020 prevê regularizar 3 mil clientes em todo estado.

“Já fizemos um esforço muito grande durante o ano de 2019, com cerca de 8.200 moradores de Rondônia regularizados. Agora, com o Energia que Transforma, estamos aumentando a capacidade do sistema de forma geral e acessando novas regiões, o que nos permite ampliar ainda mais o programa de regularização”, explica o diretor-presidente da Energisa Rondônia, André Theobald, responsável por um programa de investimentos de cerca de R$ 500 milhões no estado esse ano.

O gerente do Departamento de Construção e Manutenção da Distribuição, Alfredo João de Brito, explica que a regularização significa muito mais que legalizar o fornecimento de energia para o morador, com a colocação de uma rede confiável, do padrão de medição, representa cidadania. “Agora, os moradores vão ter um comprovante de residência, que é um documento necessário para abrir conta em banco, ser beneficiado por programas sociais, dentre outras coisas. Além de contar com uma energia de qualidade, com a tensão correta e segura”, frisou.

A ligação ilegal de energia oferece risco à segurança dos moradores e afeta a qualidade de fornecimento de energia elétrica. “Uma fiação feita sem cuidado e sem o dimensionamento da carga correto pode provocar a queima de eletrodomésticos, acidentes como choques, curtos-circuitos e até incêndios. Também pode provocar a falta de energia em outros imóveis, por causa das emendas dos rabichos”, explicou Alfredo.

A obra, que foi entregue nessa terça-feira (26), levou cerca de um mês e meio para ser concluída, seguindo todos os critérios técnicos estabelecidos pela Aneel e de segurança, inclusive no cuidado contra a Covid-19. “Nossos colaboradores utilizam máscaras de proteção fornecidas pela empresa, higienizam as mãos com frequência e observam o distanciamento entre as pessoas, especialmente dos clientes”, ressaltou o gerente.


Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia
Anl Comunicacao I – GER COMUNIC MARKETING UNIDADE
tamiris.garcia@energisa.com.br

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: