Conecte-se conosco

Destaques

Medicação para HIV pode inibir contágio por coronavírus, diz Fiocruz

Publicado

em

Pesquisa indica que atazanavir minimiza efeitos da doença no organismo e que combinação com ritonavir tem efeito melhor que o da cloroquina

Medicamento contra HIV foi capaz de inibir novo coronavírus, diz estudo da Fiocruz
Bernardo Portella/ Divulgação/ Fiocruz

Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz constatou que uma medicação utilizado no tratamento de pacientes com HIV, o atazanavir, foi capaz de inibir o potencial de contaminação do novo coronavírus e ainda minimizar os efeitos da doença no organismo. As informações foram divulgadas pela própria fundação que publicou a pesquisa em uma plataforma internacional na segunda-feira (6).

Os resultados alcançados apontam que o remédio foi capaz de reduzir a produção de proteínas ligadas ao processo inflamatório, causado pela Covid-19 nos pulmões e, portanto, diminuir o agravamento do quadro clínico da doença. Os pesquisadores também estão investigando o uso combinado do atazanavir com o ritonavir, outra medicação utilizada para combater o HIV.

Fora do Brasil

Uma combinação do ritonavir com lopinavir, também usado contra o HIV chegou a ser testada por pesquisadores da China, EUA e Reino Unido para tratar alguns pacientes com covid-19, mas os resultados não se mostraram eficientes, segundo estudo publicado no periódico científico The New England Journal of Medicine em 18 de março. Em um grupo de 99 pessoas, 13 tiveram de interromper o tratamento por conta de efeitos adversos. 

China e Estados Unidos têm testado também um antiviral usado em pacientes infectados com o vírus ebola, o remdesivir, desenvolvido pelo laboratório norte-americano Gilead Sciences.

Fiocruz sugere mais alternativas

De acordo com a Fiocruz, os medicamentos propostos pela OMS (Organização Mundial da Saúde) estão mais próximos de se tornar terapias para pacientes com coronavírus. Mas a fundação defende que mais alternativas são necessárias, especialmente substâncias já em produção nacional e com perfil de segurança superior àquelas inicialmente propostas pela OMS.

Ainda segundo a Fiocruz, este é o caso do atazanavir, produzido pela própria fundação, no Instituto de Tecnologia em Fármacos -Farmanguinhos. O medicamento foi testado in vitro, em células infectadas. Também foram realizados experimentos comparativos com a cloroquina, que vem sendo incluída em diversos estudos clínicos em todo o mundo.

Comparação com cloroquina

As pesquisas da Fundação Oswaldo Cruz apontam que os resultados obtidos apenas com o atazanavir e em associação com o ritonavir foram melhores que os observados com a cloroquina. A fundação deixa claro que todos esses passos são pesquisa e alerta para os riscos da automedicação, reforçando que não pode haver o uso do Atazanavir ou qualquer outro medicamento para o coronavírus sem a devida orientação médica. Os médicos devem acompanhar o tratamento, especialmente no caso de novas doenças e remédios reposicionados.

A pesquisa, que contou com recursos públicos, envolveu cientistas de dois institutos da Fiocruz –  Instituto Oswaldo Cruz e o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, além do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino e a Universidade Iguaçu.

Fonte: R7

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Coronavirus

100% das vagas de UTI estão ocupadas e Porto Velho pode entrar em ‘lockdown’, diz secretário de saúde

Publicado

em

Por

O total de mortes decorrentes da doença chegou a 111 em Porto Velho, segundo o último boletim da Sesau.

Nesta manhã de terça-feira, dia 02, em coletiva de imprensa, o secretário de saúde, Fernando Máximo, relatou que Porto Velho (RO),  já tem 3.678 casos confirmados do novo coronavírus.

 O total de mortes decorrentes da doença chegou a 111 em Porto Velho, segundo o último boletim da Sesau e que 100% dos leitos públicos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados.

Uma situação caótica, pois os pacientes com a Covid-19 que precisarem de internação nos próximos dias,  ainda há vagas, mas apenas para leitos clínicos. No Centro de Medicina Tropical (Cemetron), 56,7% dos leitos clínicos estão ocupados; no Samar a taxa de ocupação está em 68% e, no Hospital Santa Marcelina, em 90%.

Fernando ainda ressalta que no caso de  internação na UTI, a estratégia de emergência é ativar uma UTI que já foi preparada no Hospital João Paulo II, para receber mais 10 pacientes com a Covid-19.

Porém sobre a possibilidade de entrar em ‘lockdown’, essa é uma decisão que não parte mim e sim do Governador Marcos Rocha, que vai conversar com os empresários, cientistas e entender essa possibilidade, enfatiza  Fernando Máximo.

O que é Lockdown?

Lockdown é a versão mais rígida do distanciamento social e quando a recomendação se torna obrigatória. É uma imposição do Estado que significa bloqueio total.No cenário pandêmico, essa medida é a mais rigorosa a ser tomada e serve para desacelerar a propagação do novo Coronavírus, quando as medidas de isolamento social e de quarentena não são suficientes e os casos aumentam diariamente.

Como funciona o lockdown?

Consiste em restringir a circulação da população em lugares públicos, permitindo apenas, e de forma limitada, para questões essenciais, como ir à farmácias, supermercados ou hospitais. O descumprimento dessa regra pode acarretar multas e em toque de recolher, dependendo do governo local.

Fonte: Rolim Notícias

Continue lendo

Coronavirus

Testes rápidos e medicamentos reforçam força-tarefa do governo do Estado em São Miguel do Guaporé

Publicado

em

Por

Equipe da força tarefa do Governo auxilia São Miguel do Guaporé no enfrentamento à Covid-19

Governo de Rondônia destacou durante coletiva de imprensa, realizada na manhã da segunda-feira (2), o combate ao coronavírus que está sendo feito no município de São Miguel do Guaporé através da força-tarefa formada pela equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) e Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), que auxiliam o controle da Covid-19.

O secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, esteve na cidade, na segunda-feira (1), acompanhado do gestor do município, parlamentares e integrantes da Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBM-RO) e ressaltou a importância de unir esforços contra essa doença.

‘‘Nós temos que juntar forças, pois esse vírus não é brincadeira, mata muita gente, mas juntos seremos mais fortes. E assim como estamos fazendo em Guajará-Mirim, também estamos socorrendo as famílias de São Miguel do Guaporé. Entregamos hidroxicloroquina e testes rápidos para essa população que está necessitando da nossa ajuda nesse momento’’, disse.

Em São Miguel do Guaporé, a equipe de saúde também acompanhou o monitoramento das pessoas em barreira sanitária. ‘‘Esse trabalho é extremamente importante, pois é uma busca ativa por casos suspeitos e confirmados de coronavírus. É um trabalho intenso de prevenção à Covid-19’’, disse Fernando Máximo, parabenizando todos os profissionais envolvidos na missão.

De acordo com o relatório do Sistema de Comendo de Incidentes – Covid-19 de segunda-feira (1), São Miguel do Guaporé é o município com maior incidência de casos por habitantes, seguido de Porto Velho e Guajará-Mirim. ‘‘A equipe está em São Miguel para orientar nos fluxos e atendimentos. Eu também fiz uma palestra com os servidores da saúde orientando sobre exames, uso de medicamentos, conforme resultado de exames, e quanto às demais necessidades, para ajudar o município no enfrentamento dessa doença’’, concluiu.

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Arquivo Sesau
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo

Destaques

Comunicado Escola Padre Ezequiel Ramim, Cartão Alimentação

Publicado

em

Por

ATENÇÃO! A EEEFM PADRE EZEQUIEL RAMIN comunica aos responsáveis pelos alunos que possuem o BOLSA FAMÍLIA, que ainda não foram retirar o CARTÃO ALIMENTAÇÃO, para procurarem a escola, no período da manhã (das 8:00h às 12:00h) o mais rápido possível. Devem ter em mãos os documentos do responsável e do aluno e o Cartão Bolsa Família.

Fonte: Assessoria

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: