conecte-se conosco

Destaques

Bolsonaro pede calma e diz que país vencerá novo coronavírus

Publicado

em

Em pronunciamento, presidente homenageou profissionais de saúde

Em pronunciamento no rádio e na TV na noite desta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o novo coronavírus (covid-19) está sendo enfrentado e pediu calma à população. “Sem pânico ou histeria, como venho falando desde o princípio, venceremos o vírus e nos orgulharemos”, disse o presidente.

Bolsonaro afirmou que as autoridades devem evitar medidas como proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. “Nossa vida tem que continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade”, destacou.

O presidente voltou a dizer que o grupo de risco para a doença é o das pessoas acima dos 60 anos de idade e que não teria necessidade de fechamento de escolas, já que são raros os casos fatais de pessoas sãs com menos de 40 anos. Segundo ele, 90% da população não terá qualquer manifestação da doença, caso se contamine, e a preocupação maior deve ser não transmitir o vírus, “em especial aos nossos queridos pais e avós”.  Sobre os trabalhos das equipes de saúde em todo o país, coordenadas pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Bolsonaro confirmou que ocorreu um planejamento estratégico para manter um atendimento eficaz dos pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS).

Jair Bolsonaro disse ainda acreditar na capacidade dos cientistas e pesquisadores para a cura dessa doença e falou que o governo recebeu notícias positivas sobre o uso da cloroquina no tratamento da covid-19. Ele aproveitou o pronunciamento para agradecer quem está na linha de frente no combate ao novo coronavírus. “Aproveito para render minha homenagem a todos os profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, técnicos e colaboradores, que na linha de frente nos recebem nos hospitais, nos tratam e nos confortam.”

Fonte: Agencia Brasil

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Destaques

URGENTE: CNM e entidades municipalistas vão se reunir com Paulo Guedes neste domingo

Publicado

em

Por

Neste domingo, 29 de março, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e os presidentes das entidades estaduais de Municípios vão se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, virtualmente, para debater ações que podem minimizar os efeitos do novo coronavírus (Covid-19) aos cofres municipais. A reunião terá início às 12h30 e será transmitida, ao vivo, pelas redes sociais da CNM, pelo FacebooYoutube.

Após a reunião, prevista para acabar às 14h, o presidente da CNM, estará disponível, para atender os jornalistas em uma coletiva de imprensa. Glademir Aroldi falará das pautas que a entidade espera que o governo atenda para viabilizar a gestão por parte dos prefeitos em todo Brasil.

Para participar, os jornalistas podem enviar perguntas pelas redes sociais e elas serão respondidas pelo líder do movimento municipalista, em seguida.

Mais informações em [email protected]

Continue lendo

Acidentes

Carreta tombou na BR-010 na curva da linda 40 em Nova Brasilândia

Publicado

em

Por

Em Nova Brasilândia (RO), na manhã de sábado (28), uma carreta tombou na curva da linha 40, após o motorista perder o controle da direção.

Segundo informações da Polícia Militar , a carreta estava carregada de carne bovina e seguia sentido a cidade de Migrantenópolis, na curva da linha  40, perdeu o controle da direção e bateu no guard-rail e acabou tombando próximo ao um Rio no meio da vegetação.

Na cabine da carreta estava junto com o motorista,  esposa e filha e por sorte ninguém ficou ferido, apenas escoriações pelo corpo.

A Polícia Militar esteve no local para os trabalhos de praxe. O Corpo de Bombeiros também esteve no local para prestar os primeiros atendimentos de primeiros socorros as vítimas.

Foto: PM de Nova Brasilândia
Foto: PM de Nova Brasilândia

 Fonte: Brasilândia Notícias

Continue lendo

Destaques

Brasil tem 111 óbitos e 3.904 casos confirmados de coronavírus

Publicado

em

Por

Luiz Henrique Mandetta é Ministro da Saúde
WAGNER PIRES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Ministério da Saúde informou neste sábado (28) que o Brasil registrou até o momento 111 óbitos e 3.904 casos confirmados de coronavírus.

Mais cedo, o Ministério da Saúde distribuiu documento de recomendações para os gestores do SUS de todo o país, que planeja, a partir de 6 de abril, o fechamento de escolas e universidades, distanciamento social no ambiente de trabalho e proibição de eventos com aglomeração, como jogos de futebol.

Medidas mais restritivas seriam adotadas em abril, maio e junho para o combate do coronavírus no país.

Veja o número de casos e óbitos por estado:

São Paulo: 1.406 (84 mortes)
Rio de Janeiro: 558 (13 mortes)
Ceará:  282 (3 mortes)
Distrito Federal: 260
Rio Grande do Sul: 197 (2 mortes)
Minas Gerais: 205
Santa Catarina: 184 (1 morte)
Paraná: 133 (2 mortes)
Bahia: 115
Amazonas: 81 (1 morte)
Pernambuco: 56 (4 mortes)
Goiás: 56 (1 morte)
Espírito Santo: 53
Mato Grosso do Sul: 31
Rio Grande do Norte: 28
Acre: 25
Sergipe: 16
Maranhão: 13
Pará: 13
Alagoas: 11
Mato Grosso: 13
Roraima: 10
Paraíba: 9
Piauí: 9
Tocantins: 8
Rondônia: 6
Amapá: 2

Fonte: R7.com

Confira ao vivo

Continue lendo

Publicidades

Tendências

%d blogueiros gostam disto: