conecte-se conosco

Policial

Período de defeso homens são presos com cerca de 400 kg de peixes pescados

Publicado

em

Cerca de 400kg de pescados, do tipo pirarucu e jaú, foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-364, em Porto Velho (RO) — Foto: PRF/Divulgação

Cerca de 400 quilos de peixes, entre eles alguns dos tipos pirarucu e jaú, foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-364, em Porto Velho (RO). A ação dos policiais aconteceu na madrugada desta terça-feira (25). Dois homens foram presos em flagrante.

Os peixes foram encontrados pela PRF na carroçaria de um veículo. Os policiais questionaram os dois ocupantes do veículo sobre a procedência da carga, eles informaram que estavam transportando os peixes para vendê-los em Porto Velho. A dupla foi presa em flagrante e encaminhada para a Delegacia da Polícia Civil.

Período de defeso

O período de defeso em Rondônia, no qual a pesca e a comercialização do pirarucu são proibidas, iniciou no dia 1º de novembro e vai até 30 de abril deste ano. Já para as demais espécies o defeso iniciou no de 15 de novembro e vai até 15 de março.

A pesca durante o período do defeso é crime ambiental, previsto na Lei 9.605/1998.

Foto: PRF/Divulgação

Fonte: G1/Ro

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Policial

Atualizado: Filho mata mãe degolada com faca de serra em Vilhena

Publicado

em

Por

Jovem é filho de sargento da PM de Alta Floresta.

 

O homicídio foi registrado por volta das 16h30 deste sábado, 28 de Março, na rua José Fabiano Pinto, no bairro Orleans, em Vilhena.

Um jovem por nome EVANDRO, de apenas 22 anos, executou a própria mãe com uma facada no intuito de acabar com o sofrimento da mesma, que sofria de depressão.

Pessoas ligadas a família conversaram com a reportagem e disseram que o garoto havia dito que estava cansado de ver a mãe sofrendo por crises depressivas e que iria “dar um jeito de acabar com o sofrimento da mesma”.

Ao retornar para casa, o jovem aproveitou-se do momento em que seu pai não estava para executar a mãe a facadas.

O pai de Evandro, é  sargento aposentado da Polícia Militar de Alta Floresta e desde então morava em Vilhena.

Após cometer o crime, com a chegada da PM, o jovem se entregou saindo para fora do portão, se ajoelhando e erguendo as mãos para o alto.

Ele foi encaminhado para Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) e deve ser levado para Casa de Detenção.

O Corpo de Bombeiros Militares constatou o óbito da vítima de aproximadamente 48 anos de idade.

A área foi isolada para perícia da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e após isto, o corpo foi liberado para funerária de plantão.

Fonte: Rotapolicialnews

Continue lendo

Destaques

Bolivianos deportados pela PF tentando entrar em Ro com medicamentos e folhas de coca

Publicado

em

Por

A Polícia Federal, em conjunto com as demais forças envolvidas nas ações de enfrentamento ao Covid 19, Exército Brasileiro, PRF, Força Nacional e Unesfron em Guajará-Mirim, RO, empreenderam ações no sentido de cumprir a determinação de restrição excepcional e temporária de entrada no País de estrangeiros e também, no combate à criminalidade em geral e crimes transfronteiriços, realizando diversas ações em diferentes pontos do município.                                                                                                                                                                 

No início da noite do dia 26/03, a patrulha fluvial realizada pela Polícia Federal e Exército Brasileiro abordou uma embarcação cruzando o Rio Mamoré vindo da Bolívia, tripulada por dois indivíduos de nacionalidade boliviana, que em dado momento pularam da embarcação e um deles conseguiu fugir.

Durante a ação foi constatado que no barco haviam produtos de origem estrangeira que seriam importados ilegalmente para o território brasileiro por ponto não alfandegado. Foram apreendidas embalagens, medicamentos e outros produtos de origem estrangeira, além da embarcação. O estrangeiro detido foi deportado.

Na madrugada de hoje (27/03), outra embarcação de origem boliviana foi interceptada pela patrulha fluvial quando estava chegando às margens do lado brasileiro. Na oportunidade foram detidos 05 dos 07 bolivianos que tentavam atravessar e um casal conseguiu evadir-se. Os detidos, que portavam a quantia de R$29.000,00 e BS 4.000,00, além de certa quantidade de folhas de coca, foram conduzidos ao Porto Oficial do município e, em seguida, deportados com fundamento na legislação brasileira.

Ainda na madrugada desta sexta-feira (27.03), em barreira integrada pela PRF e EB na rodovia de acesso a Guajará Mirim, foi flagrado um veículo de carga transportando 15 metros cúbicos de madeira sem a documentação obrigatória, motivo pelo qual a madeira foi apreendia e os indivíduos conduzidos à Delegacia de Polícia Federal para adoção das medidas cabíveis.

Por fim, no início da manhã desta sexta-feira (27/03), autoridades bolivianas deportaram da Bolívia, um brasileiro que possuía 02 mandados de prisão expedidos pela Justiça Estadual de Rondônia, acusado dos crimes de tráfico de entorpecentes e receptação. Policiais da Força Tarefa receberam o nacional e o encaminham à Polícia Civil em Guajará Mirim, RO.

Continue lendo

Policial

PRF, PF e EB flagram 05 bolivianos tentando entrar em território brasileiro

Publicado

em

Por

Os bolivianos não possuíam autorização legal para o ingresso no território e ainda portavam aproximadamente 30 mil reais sem comprovação lícita nem declaração à Receita Federal.

Durante as atividades da Operação Fronteira Fechada na madrugada desta sexta feira (27/03) a equipe PRF em conjunto com a Polícia Federal e Exército Brasileiro em patrulhamento fluvial às margens do Rio Mamoré, fronteira com a Bolívia, flagrou uma embarcação tentando ingressar no território brasileiro.

Durante a abordagem, os cinco ocupantes declararam serem bolivianos e informaram que não possuíam autorização para tal ingresso, bem como não estavam inseridos nas exceções previstas na Portaria 125, de 19 de Março de 2020 e ainda portavam a quantia de aproximadamente 30 mil reais sem comprovação lícita e nem registros de declaração obrigatória junto à Receita Federal. Na embarcação possuía ainda uma sacola contendo aparentemente folhas de coca.

Os estrangeiros, juntamente com todo o material, foram conduzidos à Delegacia da Polícia Federal em Guajará-Mirim, da qual realizou os encaminhamentos necessários.

Fonte: PRF

Continue lendo

Publicidades

Tendências

%d blogueiros gostam disto: