conecte-se conosco

Policial

URGENTE – Corpo de mulher é encontrado sem cabeça dentro de rio, na RO-473

Publicado

em

O corpo de uma mulher foi encontrado, decapitado, com partes inferiores do corpo dentro de um saco plástico, com as mãos amarradas para trás, na noite deste domingo (12) em um rio, conhecido como Igarapé do Inferno, próximo a um Abatedouro de Animais, na rodovia RO-473 que liga Alvorada do Oeste e Urupá (RO).

O corpo foi visto por frequentadores da região, pescadores que estavam na beira do rio, à 300 metros rio abaixo da rodovia RO-473, sentido Urupá, onde acabaram avistando um embrulho boiando, quando chegaram perto, viu que se tratava de um corpo de uma mulher e acionaram a polícia.

O cadáver da mulher foi retirado pela Polícia Militar e Civil de Alvorada do Oeste, com ajuda da Perícia Técnico-Cientifica, que tiveram que usar um barco para chegar ao local, e constataram que o corpo da mulher tinha, aparentemente, entre 20 a 40 anos de idade.

A mulher foi encontrada sem a cabeça, com as duas mãos amarradas para trás por fiação, com as partes inferiores do corpo dentro de um saco plástico, e apresentava perfurações pelo corpo, feitas por um objeto cortante.

De acordo com informações preliminares, a vítima estava morta há pelos menos 2 a 3 dias já em estado avançado de decomposição, e por o corpo estar sem a cabeça e sem documentos pessoais, a polícia registrou Boletim de Ocorrência (B.O) como decapitação.

A identidade da mulher ainda não é conhecida, mas o corpo estava vestido com uma blusa de cor preta. O caso foi encaminhado pela Perícia Técnico-Cientifica à Polícia Civil de Alvorada do Oeste para mais investigações e esclarecimentos sobre o caso e, saber por quais motivos a mulher teria sido morta.

Em breve mais informações…

Fonte: jornalcorreiodovale.com

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Policial

Grávida é esfaqueada, escreve o nome do suspeito com o próprio sangue e morre

Publicado

em

Por

Com a informação escrita na mesa de uma lanchonete, a polícia prendeu o homem indicado pela vítima, logo depois. Mulher estava no 7º mês de gestação.

Continue lendo

Policial

Presidiários incendeiam celas para tentar conseguir prisão domiciliar em RO

Publicado

em

Por

Colchões de celas foram incendiados pelos detentos — Foto: Casa de Detenção de Cerejeiras/Divulgação

Colchões de celas foram incendiados pelos detentos — Foto: Casa de Detenção de Cerejeiras/Divulgação

A Vara de Execução Penal (VEP) determinou que 26 presos do regime semiaberto voltem a cumprir pena no regime fechado de Cerejeiras (RO), no Cone Sul do estado. Isto porque duas celas da Casa de Detenção foram incendiadas pelos apenados, no último domingo (19). O objetivo dos detentos com o incêndio era conseguir autorização para migrar à prisão domiciliar.

Segundo a direção da unidade, o Corpo de Bombeiros foi acionado até a Casa de Detenção depois que os presidiários do regime semiaberto realizaram um princípio de motim e incendiarem os colchões de duas celas. As chamas foram controladas a tempo.

Cerca de 27 homens dividiam as celas incendiadas e o objetivo da ação criminosa era conseguir prisão domiciliar para todos os detentos, informou Eguinaldo Lanes, diretor do presídio.

Cela pega fogo após presos incendiarem colchões  — Foto: Casa de Detenção de Cerejeiras/Divulgação

Cela pega fogo após presos incendiarem colchões — Foto: Casa de Detenção de Cerejeiras/Divulgação

Ao G1, a direção informou ainda que a ‘inspiração’ para o crime teria sido outro incêndio provocado por detentos durante uma rebelião na unidade prisional, em fevereiro de 2019. Na ocasião, alguns presos foram colocados em prisão domiciliar enquanto as celas eram reformadas.

No entanto o plano não deu certo desta vez e a Vara de Execução Penal de Cerejeiras (VEP) emitiu medida cautelar depois do incêndio do último domingo, determinando a transferência dos presos para a ala do regime fechado, com exceção de um homem que estava trabalhando no momento do motim.

A direção afirmou ainda que está sendo feita uma limpeza nas duas celas para avaliar os danos. A previsão é que seja necessário apenas a reforma na laje e pintura das celas.

*Sob supervisão de Jônatas Boni, do G1 RO

Continue lendo

Policial

Alta Floresta – Policia Militar começa utilizar câmeras “Body Cam”

Publicado

em

Por

A partir desta segunda-feira (20), a Polícia Militar de Alta Floresta D´Oeste (RO), passou a utilizar uma câmera de corpo, as chamadas “Body Cam”, as câmeras começaram a ser utilizadas por pelo menos dois integrante da guarnição PM, para que, tanto o policial quanto a população, tenham um amparo legal das ações policiais.

As câmeras serão acopladas ao corpo do policial, o que permitirá a gravação das ações policiais e interações com o público.

As imagens serão armazenadas em uma base de dados, onde somente a Polícia Militar e o Ministério Público terão acesso, as imagens são gravadas em ocorrências policiais, abordagens e em operações.

Segundo o comandante da 2ª Companiha PM de Alta Floresta D´Oeste o 2º Ten. Pm Adm Lourenço as câmeras serão mais um instrumento que integrará um avanço tecnológico, e que considera tornar o atendimento mais ágil, efetivo e uma excelente ferramenta para coleta de provas.

Fonte: www.190online.com

Continue lendo

Publicidades

Tendências

%d blogueiros gostam disto: