Conecte-se conosco

Religião

Ex-papa Bento XVI rompe silêncio sobre celibato após sínodo

Publicado

em

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Destaques

AGORA É LEI: Igrejas são consideradas atividades essenciais em Rondônia

Publicado

em

Por

O governador do estado de Rondônia, Marcos Rocha, assinou durante a noite desta última terça-feira (16) a Lei nº 4.791 de autoria do deputado estadual Pastor Alex Silva, que reconhece dentro do território rondoniense as atividades religiosas como essenciais.

Essa Lei dá a garantia de que os templos de qualquer culto mantenham-se abertos e recebendo seus fiéis mesmo em período de Calamidade, a exemplo do que estamos vivendo atualmente por conta do COVID-19.

A justificativa dessa Lei, que passou pelos deputados estaduais no final do último mês de maio, é a de que os membros dessas igrejas vem realizando um papel social dentro das comunidades rondonienses, ajudando nessa época.

Foram estabelecidas medidas sanitárias e de segurança que serão seguidas pelos templos, o que tornará esses locais mais seguros, garantindo a integridade das pessoas que frequentam esses espaços.

De acordo com o governador Marcos Rocha, o Estado acompanhará essas adequações, ouvindo os lados envolvidos e atuando para garantir o direito à expressão da fé do cidadão rondoniense.

“É fundamental destacar que estaremos ao lado dos pastores e padres observando as melhores práticas e acompanhando o desenvolvimento da atividade. Entendemos que é algo fundamental para esse momento, pois é alimento para alma e conexão com Deus”, disse Marcos Rocha.

Por enquanto, o Estado segue sob as normativas da fase dois do plano de contenção ao COVID-19 e as igrejas podem funcionar, porém seguindo as  regras sanitárias estabelecidas pelo Decreto N° 25.138, de 15 de Junho de 2020.

Fonte. Rondoniaovivo – João Paulo Prudêncio

Continue lendo

Coronavirus

Clube de Desbravadores Tigres da Fé promove a campanha missão possivel

Publicado

em

Por

Continue lendo

Politica

Templos de Rolim de Moura voltam a funcionar nesta sexta-feira, (24)

Publicado

em

Por

Igrejas poderão funcionar com 30% da capacidade de cada prédio, seguindo as regras de manterem o distanciamento, além do uso de álcool gel, máscaras e EPIs.

Lideranças religiosas de Rolim de Moura (RO), foram recebidas na manhã desta quarta-feira (22/04), pelo prefeito Luiz Ademir Schock, “Luizão do Trento”, onde se discutiu a possibilidade de editar um decreto para que as igrejas voltem a realizar reuniões religiosas (Cultos e Missas).

No início da reunião o prefeito explicou quais as medidas têm sido tomadas pela administração para combate a covid-19, como a montagem de barreiras sanitárias, o comitê de combate ao novo coronavírus, a desinfecção dos pontos com maior circulação de pessoas, os decretos que foram publicados para manter as pessoas em distanciamento e muitas outras ações que estão sendo tomadas sempre com a orientação das autoridades em saúde e do corpo jurídico do município.

 “Temos pensado bastante para tomar nossas decisões, nossa equipe trabalha em conjunto, pois entendemos que as pessoas precisam trabalhar, mas temos que atuar de forma preventiva, pois essa situação é muito delicada, por isso que discutimos bastante, ouvimos todas as classes e vamos flexibilizando, durante esta reunião recebemos a notícia de que os nossos pacientes que tinham apontado positivo para covid-19 estão curados, então acredito que estamos no caminho certo”, afirmou Luizão.

A reunião contou com a presença da secretária municipal de saúde, Simone Paes e da Advogada Florisbela Lima, representando a procuradoria do município.

Os líderes religiosos parabenizaram o prefeito Luizão do Trento e a equipe pela forma de condução das ações em meio a pandemia. Depois de ouvir a explanação de cada um, o prefeito em conjunto com a secretaria de saúde e a procuradoria, informou que publicará um decreto ainda esta semana, permitindo a realização das atividades religiosas nos templos de Rolim de Moura, porém com apenas 30% da capacidade de cada prédio. As lideranças eclesiais concordaram e se comprometeram junto aos fiéis, a manterem o distanciamento, além do uso de álcool gel, máscaras e EPIs.

Fonte: Decom

Continue lendo
--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--

Tendências

%d blogueiros gostam disto: