conecte-se conosco

Destaques

Gov reforça o setor produtivo com a entrega de mais 321 máquinas aos municípios

Publicado

em

Mais de 321 máquinas e equipamentos foram entregues para as prefeituras

Com as atenções voltadas ao fortalecimento da agricultura e o setor produtivo de Rondônia, bem como contribuir para a melhoria da qualidade de vida do homem do campo, foram entregues para prefeituras do Estado mais 321 máquinas e equipamentos, como tratores agrícolas, grades aradoras hidráulicas, carretas, escavadeiras, motoniveladoras, caminhões e pás-carregadeiras que estarão em condições de atender direta e indiretamente mais de 267.620 pessoas ocupadas em 91.437 estabelecimentos agropecuários no Estado.  A entrega do maquinário foi feita no final da tarde de segunda-feira (4), pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, durante solenidade que contou com a presença do diretor do Projeto Calha Norte, general Ubiratan Poty, além de parlamentares, prefeitos de municípios de Rondônia e outras autoridades.

A solenidade ocorrida no estacionamento do Palácio Rio Madeira, marcou o comprometimento do governo com o desenvolvimento econômico, oficializando a entrega das 321 máquinas do Programa Calha Norte (PCN), do Ministério da Defesa para fortalecer as administrações municipais com equipamentos que fomentem o setor produtivo.

A entrega das máquinas é mais um, entre o conjunto de investimentos para o setor realizado pelo governo, visando, inclusive, possibilitar com que as prefeituras dos municípios possam utilizar para melhorar as condições das estradas vicinais para escoar a produção e aumentar a autonomia do homem e da mulher do campo, ao mesmo tempo visa melhorar o desenvolvimento econômico dos municípios.

O eixo desenvolvimento econômico de Rondônia é um dos pilares apresentados pelo governo no Plano Estratégico que traz a visão de focar nas necessidades de cada uma cadeia produtiva do Estado, fomentando o desenvolvimento e a produtividade a partir de ações que visam a melhoria da infraestrutura de escoamento de produtos. Nesse quesito, o papel do Executivo Estadual está principalmente em ser o indutor do crescimento, com o incentivo ao desenvolvimento dos setores econômicos prioritários, com a finalidade de gerar renda e vagas de trabalho, visando reduzir o desemprego e as desigualdades sociais.

Os recursos para a aquisição das máquinas e equipamentos entregues na segunda-feira são provenientes do Termo Aditivo ao Termo de Compromisso que tem como objetivo a aquisição de tratores agrícolas, grades aradoras hidráulicas, carretas agrícolas, escavadeiras e motoniveladoras, caminhões, pás-carregadeiras e retroescavadeiras.

O Termo de Compromisso foi uma das maiores emendas de bandada e histórica do Congresso nacional no valor de R$ 150 milhões, considerado positivo para as administrações municipais do Estado que, juntas, já receberam ou estão recebendo mais de 1.800 máquinas e equipamentos.

Durante a solenidade, o governador Marcos Rocha fez questão de destacar que os recursos para a aquisição das máquinas foram provenientes da emenda de bancada federal dos ex-deputados federais: Lindomar Garçom; Marinha Raupp; Luiz Claudio, Nilton Capixada e Marcos Rogério (atual senador); dos atuais deputados federais: Lúcio Mosquini; Expedito Netto e Mariana Carvalho; ex-senadores: Ivo Cassol, Valdir Raupp, e o atual senador Acir Gurgacz, totalizando o valor de R$ 150 milhões.

Vale ressaltar que o Governo de Rondônia garantiu que o Temo de Compromisso fosse 100% executados, ou seja, os bens foram adquiridos e repassados às prefeituras dos 52 municípios do Estado, conforme plano de distribuição aprovado pelo Programa Calha Norte.

Durante entrega de máquinas, governador destaca união dos Poderes para o crescimento do Estado

O governador chamou a atenção para importância de fomentar o setor produtivo como um importante pilar para a economia do Estado e comentou o bom momento de harmonia entre os Poderes. Ao iniciar seu pronunciamento, Marcos Rocha enalteceu o conjunto de ações que tem contado com a união dos Poderes, deixando claro que o bom diálogo entre Assembleia Legislativa, Governo do Estado e bancada federal reflete positivamente à população. Da mesma forma pensa o vice-governador do Estado, José Jodan, que enalteceu os investimentos do Governo direcionados para o setor produtivo.

“O importante é estarmos em paz e fazendo o que é melhor para o nosso Estado. Então, eu como homem que creio muito em Deus, peço capacidade a mim e aos secretários para que possamos fazer o que é melhor para nossa população. Sabemos que essas máquinas são extremamente importantes para que os nossos pequenos produtores possam produzir mais, gerar recursos e renda nas nossas cidades. Sabemos do trabalho que vem sendo feito através do Programa Calha Norte e aqui destaco o trabalho em conjunto com a União. Eu quero agradecer ao general Poty que foi uma escolha fantástica do nosso presidente Jair Messias Bolsonaro. O general Poty foi comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva e fez um excelente trabalho. Agora, mais uma vez tenho alegria de poder fazer reuniões com ele e enaltecer a visão de trazer benefícios para o nosso Estado”, argumentou Marcos Rocha.

O general Poty agradeceu ao governador pela confiança e enfatizou o respeito com os Estado, em especial a Rondônia. “Estar no Programa Calha Norte é uma forma de eu retribuir toda a experiência, toda a vivência durante o tempo que estive na região pelo Exército Brasileiro. Temos que lutar juntos para que nem um centavo seja perdido porque sabemos o quanto custa para o parlamentar colocar sua emenda em um determinado projeto para que se transforme em realidade”, enfatizou o general, chamando também a atenção para  comprometimento do Governo de Rondônia em olhar com atenção para o pequeno produtor dos diversos municípios, fortalecendo a cadeia produtiva de modo que possa crescer.

Também durante a solenidade, foi enfatizado a importância na economia no processo licitatório na ordem de aproximadamente R$ 22 milhões, em conformidade com a lei nº 8.666/93 na qual prevê possibilidade de aditivo de 25% contratual, sendo solicitada ao ministério autorização para ampliar as metas inicialmente pactuadas, o qual foi autorizado para alguns termos, sendo adquirido nessa etapa de ampliação: motoniveladoras, escavadeiras hidráulicas, tratores, grades e carretas, total de 321 equipamentos.

O secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, elencou várias ações do Governo do Estado que objetivam alavancar o desenvolvimento do setor produtivo, dentre as quais enalteceu a ação conjunta para a aquisição de mais máquinas que irão beneficiar o setor agrícola. Para o titular da Pasta Estadual, as perspectivas para o setor são positivas. “Destacamos o compromisso do Governo do Estado e toda a bancada federal. Parabenizo todos que somaram para a aquisição dessas máquinas e equipamentos. A entrega dessas máquinas vai representar um futuro promissor na agricultura do Estado com grande avanço e aumento de produção nas cadeias produtivas da agricultura familiar.  Esperamos em  breve entregarmos mais uma fase do Termo de Compromisso com a parceria do Programa Calha Norte para a aquisição de maquinários aos nossos municípios”, argumentou o secretário enaltecendo, inclusive, o Governo do Estado e a bancada federal pela garantia da liberação dos maquinários, bem como parabenizou todos os servidores da Seagri e Supel pelo trabalho desenvolvido.

Das 321 máquinas entregues pelo governo às prefeituras, 96 são tratores, 109 são grades aradoras hidráulicas e outras 109 são carretas, além dos demais maquinários, ou seja, equipamentos que também chegam para fortalecer os agricultores que são  profissionais que dedicam sua vida para atender a principal demanda da sociedade, que é a alimentação, além de serem responsáveis pelos bons resultados na economia do Estado.

A solenidade de entrega das máquinas contou com a presença da primeira-dama e secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social, Luana Rocha; dos deputados federais Léo Moraes, Lúcio Mosquini, Mariana Carvalho e Expedito Neto; dos deputados estaduais, Laerte Gomes (presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia), Adelino Follador, Lebrão, Cassia Muleta, Chiquinho da Emater, Eyder Brasil (líder do governo), Ezequiel Neiva e Luizinho Goebel; bem como outras autoridades entre prefeitos e secretários estaduais e municipais.

Fonte
Texto: Paulo Ricardo Leal (Edição – Cristiane Cruz)
Fotos: Ésio Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Destaques

Urgente: Itália tem toque de recolher por coronavírus e cresce alerta global

Publicado

em

Por

O país decretou toque de recolher em 11 municípios em que casos de coronavírus foram confirmados

Foto: AFP

Os alertas mundiais sobre coronavírus entraram em um novo patamar nas últimas 48 horas, com mais relatos fora da China, toques de recolher e fechamento de fronteira. “O Covid-19 (nome técnico do novo coronavírus) já põe em risco a economia mundial”, disse no domingo Kristalina Georgieva, chefe do Fundo Monetário Internacional, na reunião do G-20.

O presidente chinês, Xi Jinping, admitiu que o país vive sua maior crise sanitária desde 1949, quando se iniciou o regime comunista, e considerou que houve “deficiências” no combate inicial. O vírus, relatado no fim de dezembro em Wuhan, já causou 2.445 mortes e contaminou 78 mil.

No entanto, o ritmo de avanço nos relatos diminuiu na China – e passou a preocupar mais em outros países. A Coreia do Sul, com 602 casos de contágio, é quem mais preocupa. E o presidente, Moon Jae-in, considera que os “próximos dias serão essenciais para o controle”.

Além disso, frente à multiplicação de casos no Irã, que já teve 8 mortes, Turquia, Jordânia, Paquistão e Afeganistão fecharam fronteiras e restringiram suas viagens.

A Itália decretou toque de recolher em 11 municípios em que casos de coronavírus foram confirmados – afetando cerca de 60 mil pessoas.

O famoso carnaval de Veneza foi cancelado na tentativa de impedir a propagação do vírus. O número de diagnosticados com coronavírus no país é de 152 – foram reladas três mortes.

Autoridades da região norte, onde se concentram os casos, decidiram fechar escolas, museus, teatros, cinemas. Até mesmo a catedral de Milão – o célebre Duomo – foi fechada.

França, Suíça e Áustria informaram estar em alerta com a situação no país vizinho. O ministro da Saúde francês, Olivier Veran, considera “muito provável” que surjam mais casos no país.

Futuro

Um estudo do Imperial College de Londres, recém-divulgado, estima que “dois terços dos infectados com o coronavírus na China não foram detectados antes de deixar o país”.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), por sua vez, passou a ver “com cuidado” relatos envolvendo pessoas que não estiveram na China. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Gostou do conteúdo que você acessou? Quer saber mais? Faça parte do nosso grupo de notícias!
Para fazer parte acesse o link para entrar no grupo do WhatsApp:

 Fonte: Isto É

Continue lendo

Destaques

Tempo: Linha 47,5 sentido Gease Já está interditada em Alta Floresta D´Oeste Ro

Publicado

em

Devido a muita chuva que caiu durante toda madrugada em Alta Floresta Varias linhas do município estão enfrentando grandes diculdades, inclusive a linha 47,5 sentido gease já se encontra interditada.

Confira as Imagens enviadas para nossa redação de moradores.

Poço da Espuma gease Alta Floresta

Posted by Floresta Noticias on Saturday, February 22, 2020

Fonte: Florestanoticias.com

Continue lendo

Destaques

Rondônia recebe do governo federal equipamento de alta tecnologia para tratamento oncológico

Publicado

em

Por

Novo equipamento torna Rondônia autossuficiente na demanda de radioterapia e faz estado avançar em tratamento oncológico na Amazônia

Um diagnóstico difícil de aceitar, o câncer, seja de qual tipo for, a doença assusta. Mas em Rondônia, os pacientes estão cada vez mais confiantes na cura desse mal através do investimentos em profissionais especializados e tecnologias. Na manhã desta quinta-feira (20) um acelerador linear usado para radioterapia foi entregue para o tratamento de pacientes no Estado, onde funciona um hospital de primeiro mundo na Amazônia.

O equipamento de alta tecnologia é um investimento do Ministério da Saúde e faz parte do Plano de Expansão da Radioterapia do governo federal. O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, agradeceu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, pela sensibilidade de destinar o equipamento ao estado de Rondônia e assim contribuir para o tratamento humanizado.

”Quando a gente vê um hospital como esse limpo, tratando as pessoas com respeito, médicos empolgados, onde se tem diagnóstico adequado, então a gente precisa fazer de tudo para dar o atendimento adequado, e como governador do Estado, temos trabalhado em várias áreas, inclusive essa. Vamos fazer tudo que é possível e buscar em Deus, o impossível, e é um sonho ver esse serviço aprimorado, e com um número menor de pessoas que precisem desse atendimento no Estado. Vi aqui pessoas ainda que acometidas por doenças, sorridentes, e é esse ânimo e vontade de viver que nos dar mais vontade de trabalhar com dedicação”, disse Marcos Rocha, que visitou as alas do hospital.

Governador Marcos Rocha, reforça compromisso em garantir que Rondônia seja referência em tratamento oncológico humanizado

O acelerador está instalado no Hospital do Amor da Amazônia, em Porto Velho, e segundo, o presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, responsável pelo hospital, faz parte da última geração de equipamentos de radioterapia. Ao contrário de outros equipamentos, esse só emite radiação quando está em funcionamento, e fica localizado numa sala com paredes de dois metros de espessura, ou seja, um local de alta blindagem e seguro.
‘‘O Estado tem um hospital que oferece todo o tratamento para oncologia, e agora passa a ter dois aparelhos de alta tecnologia para radioterapia, cada Estado tem no máximo um. Vamos dar a população o mesmo tratamento que é feito nos Estados Unidos e em São Paulo, por exemplo’’, afirma Henrique Prata.

Segundo ele, com um equipamento o hospital atendia 70 pessoas por dia, mas ainda tinha uma demanda de pacientes que precisavam se deslocar para Barretos (SP), e agora a estimativa é que mais 70 pacientes sejam atendidos com o novo equipamento.‘‘Rondônia passa a ser autossuficiente para toda demanda de paciente em tratamento de radioterapia. Com a chegada desse novo equipamento, atende não só todo o Estado, mas também está absorvendo cerca de 80% da demanda do Acre, 90% da demanda de Roraima, e 90% do Amapá’’, afirma Henrique Prata.

O Hospital do Amor oferece gratuitamente atendimento à população, e se mantém de portas abertas através de repasses de recurso do governo federal e governo de Rondônia. ‘‘Agradeço ao governador Marcos Rocha, essa ação permite que pacientes de todos os Estados se tratem aqui, apesar do recurso sair apenas do governo de Rondônia, pois metade é da União, outra metade do governo do Estado. O governador está sendo um herói de abraçar o cuidado da Amazônia inteira no seu Estado’’, destacou Henrique Prata.

Na solenidade de inauguração da nova sala de radioterapia, governador Marcos Rocha, destacou que mais R$ 4 milhões serão investidos no Hospital do Amor, com recurso exclusivo da economia feita pela Assembleia Legislativa e agradeceu o trabalho alinhado

O governo de Rondônia com complementação do governo federal já investiu quase R$ 47 milhões em repasses para o Hospital do Amor, nesta gestão. ‘‘Nós temos a oportunidade de fazer o melhor que podemos para todos, e temos que permitir a vinda de pacientes de outros Estados, porque no passado Rondônia encaminhava para outros Estados. Mas hoje estamos trabalhando para fortalecer essa área e para que tenhamos todo suporte necessário para fazer o atendimento no Estado’’, garante o governador.

”Nós só temos que agradecer essa parceria com o Hospital do Amor porque nosso objetivo comum é atender bem a nossa população, dar um atendimento digno, humanizado, de primeira qualidade. Nós reconhecemos como o recurso repassado pelo governo é bem investido aqui. São cirurgias de primeira, radioterapia de primeira, e a Secretaria de Saúde quer estreitar mais essa parceria porque quem ganha é a população com esse hospital que vários estados do país gostariam de ter, devido a qualidade”, afirma o secretário de Saúde, Fenando Máximo.

O Executivo também repassará R$ 4 milhões ao hospital, recurso exclusivo da economia feita pela Assembleia Legislativa (ALE). Esse montante faz parte de um valor total de R$ 30 milhões que a ALE devolverá para o governo, e este, investirá em políticas públicas para a sociedade rondoniense. ”Nós temos a missão de não deixar esse hospital deixar de funcionar”, considerou o presidente da ALE, deputado estadual Laerte Gomes. A solenidade também contou com a presença de parlamentares, a exemplo, da deputada federal, Silvia Cristina que anunciou investimentos para avançar na prevenção e tratamento de oncologia em Rondônia.

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ésio Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo

Publicidades

Tendências

%d blogueiros gostam disto: