conecte-se conosco

Geral

A Funerária Alta Floresta comunica o falecimento de Adriana Alves da Silva

Publicado

em

É com muio pesar que comunicamos o falecimento no dia ’17-10-2019′ de ADRIANA ALVES DA SILVA . Seu corpo será velado a partir das 00:00 horas desta sexta-feira na Capela da Funerária Alta Floresta e seu sepultamento será nesta sexta-feira no cemitério de Alta Floresta. Desde já a família enlutada agradece a presença de todos.

Fonte: Florestanoticias.com

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Geral

Investimento da Energisa em RO é o maior do grupo no país

Publicado

em

Por

Há 15 meses operando em Rondônia, a Energisa anunciou investimentos de R$ 644 milhões no estado esse ano. O valor é 36% maior do que o de 2019 e é o maior investimento do grupo no país. Conversamos com o presidente da Energisa, André Theobald sobre os planos da empresa no estado.

A Energisa assumiu a distribuição de energia em Rondônia há 15 meses. Quanto a Energisa já investiu no estado?

André Theobald: Reforçamos o capital da empresa com um aporte de R$ 254 milhões logo que assumimos. Também antecipamos o capital para pagar o débito de R$ 1,2 bi com a compra de energia, que ameaçava deixar o estado sem fornecimento de energia. E ampliamos os investimentos. Foram R$ 471 milhões, em 2019, e serão outros R$ 644 milhões ainda esse ano, totalizando em dois anos R$ 1,12 bi.

E que resultados a empresa já alcançou?

André Theobald: O estado de Rondônia vinha de anos sem nenhuma manutenção ou melhoria em sua rede de distribuição de energia. A Ceron corria o risco de parar de operar, com os indicadores de qualidade muito distantes das metas. Trocamos mais de 2 mil quilômetros de rede e limpamos mais de 2700 quilômetros de faixas, que são os locais por onde passam as redes. Também reformamos as principais instalações da empresa e estamos construindo 21 novas subestações e instalando equipamentos de última geração para automatizar a operação das redes. Todos os municípios de Rondônia estão sendo impactados de alguma forma por essas iniciativas.

Mas a qualidade vai melhorar?

André Theobald: Sim. Estamos trabalhando para conectar regiões isoladas ao Sistema Interligado Nacional (SIN), ampliar a capacidade da rede para atendimento de novos empreendimentos e melhorar a qualidade. Já estamos reduzindo a frequência de quedas de energia e agilizando o retorno quando falta.  Além disso, temos o desafio de reduzir as perdas de energia, que inclui o furto. Hoje, as perdas no estado estão entre as mais altas do país e o consumidor correto de Rondônia paga pela ineficiência e pela energia furtada por uma minoria. 

Mas qual o impacto do roubo de energia?

André Theobald: O furto de energia impacta em 5% na tarifa de energia e em R$ 25 milhões na arrecadação do estado por ano. Ou seja, se toda a energia que é furtada fosse faturada, a população de Rondônia pagaria menos pela energia que consome e o governo estadual arrecadaria mais.

Mas se está tudo certo, por que os deputados criaram uma CPI para investigar a Energisa?

André Theobald: A concessão da distribuição de energia em Rondônia ao setor privado é recente, acaba de completar um ano, e ocorreu em meio a um debate político muito intenso. Embora seja uma prerrogativa da União, regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), é natural que haja um período de aprendizagem de todos os agentes. Nós, da Energisa Rondônia, estamos à disposição para prestar qualquer esclarecimento e mostrar que os investimentos que estão sendo feitos vão colocar Rondônia no novo cenário energético do país e alavancar o desenvolvimento do estado. 

Por que as reclamações sobre aumento das contas de energia são crescentes no estado?

André Theobald: A tarifa da Energisa em Rondônia é a 3ª mais baixa de toda a região Norte e está na 18ª colocação no ranking das tarifas no Brasil. A Energisa segue os percentuais determinados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), sem qualquer ingerência nos valores definidos. De cada R$ 100 pagos em uma conta de luz residencial em Rondônia, fica com apenas R$ 20. Mais de R$ 40 são impostos e cerca de R$ 38 vão para a transmissão e compra de energia.

Como o senhor avalia a declaração de alguns deputados que falam em cancelar a concessão da Energisa?

André Theobald: A Energisa está e sempre esteve à disposição do poder público para prestar todos os esclarecimentos necessários. A concessão é uma atribuição da União, regulada pela Aneel, e ocorreu após um processo de privatização longo, com o envolvimento do Congresso Nacional, do Tribunal de Contas da União. Os deputados estaduais têm um papel na fiscalização, na representação dos interesses dos eleitores, mas não podem perder de vista a segurança jurídica, que é o que atrai investimentos para Rondônia. Estamos seguros de que Rondônia vai se beneficiar com o plano de investimentos que estamos implementando.


Ingrid Valerie Abreu Nascimento
Continue lendo

Geral

Rolim de Moura terá curso de Florestamento e reflorestamento

Publicado

em

Por

Com objetivo de orientar produtores, estudantes e interessados na área será oferecido curso de florestamento e reflorestamento no município de Rolim de Moura (RO) no início do mês de março deste ano.   O curso é realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), por meio do Sindicato dos Produtores Rurais de Rolim de Moura em parceria com a Prefeitura e Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri).

O secretário municipal de Agricultura, Dionísio Pereira Braga, “Goiaba” informou que serão 5 dias integrais de curso, totalizando 40 horas. No final o cursando receberá certificado.

Wallison Millard Pêssoa, Técnico da Semagri, disse que que interessados devem se inscrever pelo WhatsApp 98471-7438 ou ligação 99393-9803. O número de participantes nesse curso é limitado e só foram autorizadas 15 vagas.

O curso será realizado na secretaria municipal de agricultura ao lado da prefeitura de Rolim de Moura, com início no dia 02 de março e encerramento no dia 06.  

Goiaba lembrou que com a formação dos produtores, eles estarão habilitados a adotar medidas conservacionistas e a reflorestar áreas.  E nossas visitas, observamos que alguns produtores tem a área da propriedade toda desmatada. Muitos produtores já aderiram ao reflorestamento como medida que conserva as nascentes de água, pois um dos objetivos primordiais é ensinar aos produtores técnicas de florestamento e reflorestamento para que possa inserir em sua propriedade, afirmou o secretário. 

 Fonte: Assessoria de Imprensa

Continue lendo

Geral

Governo abre inscrição para 180 vagas nos serviços administrativos da segurança pública

Publicado

em

Por

Nós pedimos que todos participem ajudando a segurança pública.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesdec) lançou o terceiro edital do Projeto Voluntariar, que seleciona jovens e adultos maiores de 18 anos para atuarem junto à secretaria. As inscrições para esta terceira edição do projeto iniciam nesta quarta-feira (19) e o edital para participação já se encontra disponível. Ao todo, são 180 vagas, sendo 60 de imediato e 120 de cadastro de reserva.

Segundo o gerente de planejamento da Sesdec, Paulo Henrique da Silva, a seleção é feita por meio de entrevistas e análise de currículo. “Esse projeto pretende a captação de pessoas para trabalhar com a segurança pública do estado de Rondônia. As vagas são para várias áreas do conhecimento, sendo prioridade aquelas voltadas à saúde do servidor público, como psicologia e educação física”, destacou gerente de planejamento.

A carga horária para os participantes será de 30 horas semanais, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. Por ser um serviço voluntário, não há remuneração, mas os candidatos recebem um auxílio de R$ 50 por dia para as despesas de transporte e alimentação. “As vagas são voltadas a pessoas com ou sem nível superior, de todo o Estado. Nós pedimos que todos participem ajudando a segurança pública. Essas ações são revertidas ainda em prol da sociedade, e temos muito a ganhar com isso”, ressaltou o gerente.

O secretário da Sesdec, coronel Hélio Pachá, reconhece a importância do projeto que tem trazido grandes resultados. “ O Projeto Voluntariar já provou que dá certo, nesta gestão reconhecemos a importância deste colaborador que nos auxilia nos serviços administrativo e, assim, temos mais efetivos nas ruas. Esperamos que todos possam participar desta grande ação voluntária”.

Gostou do conteúdo que você acessou? Quer saber mais? Faça parte do nosso grupo de notícias!
Para fazer parte acesse o link para entrar no grupo do WhatsApp:

 

Continue lendo

Publicidades

Tendências

%d blogueiros gostam disto: