Home / Agronegócio / Idaron alerta sobre a importância da certificação das mudas de café

Idaron alerta sobre a importância da certificação das mudas de café

Se não comprar em viveiros certificados, o produtor corre o risco de introduzir na lavoura uma praga de difícil controle.

O período de chuva está se iniciando, época em que os produtores de café aproveitam para o plantio de mudas em novas áreas e renovação da lavoura. Para garantir a produtividade e a manutenção da alta qualidade do produto no Estado, o Governo de Rondônia, através da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), alerta para o controle da produção das mudas e as exigências que o agricultor deve fazer na hora de adquirir a planta.

“A primeira coisa que o produtor deve exigir do viveiro é que ele apresente a Permissão de Trânsito de Vegetais (PTV) e a nota fiscal. Ambas podem ser emitidas diretamente no site da Agência Idaron”, explica Renê Suaiden Parmejiani, Fiscal Estadual Agropecuário e coordenador da Fiscalização de Sementes e de Mudas.

As exigências, além de atender ao Programa Oficial de Prevenção e Controle de Nematoides das Galhas (Meloidogyne spp.) em mudas de café, que é reconhecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), garantem ao produtor maior qualidade na produção e melhor resultado na colheita, com frutos economicamente competitivos. “O processo de Certificação Fitossanitária é rígido e incide diretamente sobre a lavoura, uma vez que garante a produção de mudas livres de nematoides”, salienta Renê Parmejiani, acrescentando que todo o processo está em conformidade com a Portaria 558/16, da Agência Idaron.

“Vale ressaltar que, se não comprar em viveiros certificados, o produtor corre o risco de introduzir na lavoura uma praga de difícil controle que, invariavelmente, resultará em prejuízos econômicos e queda na produção”, avalia o técnico.

Segundo ele, para o cafeicultor que está em busca de mudas, a Agência Idaron, além de realizar o controle da produção de mudas de café de alta qualidade, disponibiliza no site oficial, a lista de viveiristas inseridos no processo de Certificação Fitossanitária de Origem. “Assim o cafeicultor pode garantir a procedência das mudas e evitar colocar em risco a sanidade da lavoura e de toda a produção”. Caso o produtor encontre irregularidades, ele pode comunicar à Agência Idaron através do Disk Idaron 0800-643 4337.

Fonte
Texto: Toni Francis
Fotos: Idaron
Secom – Governo de Rondônia

Baixe e Instale em seu Celular

Sobre Rudinei

Verifique também

Agricultor colhe mandioca gigante de 14 kg

Toda essa fartura servirá de alimentação para o rebanho bovino criado na Fazenda Várzea Branca. …

Deixe seu comentário