conecte-se conosco

Geral

Governo lança campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer

Publicado

em

As coordenadora Stella Maris, da Agevisa, e Francisca Odalice, da Sesau, convidam a comunidade do Orgulho do Madeira a participarem da campanha no bairro

O Governo de Rondônia abre nesta sexta-feira (4), no auditório da Secretaria de Saúde (Sesau), a campanha do Outubro Rosa e Outubro Roxo, de prevenção e combate ao câncer de mama, de colo uterino e de sífilis, com a missão de conscientizar a população feminina, especialmente, sobre a importância da realização dos exames preventivos da doença (câncer), que já matou 618 mulheres em Rondônia (casos notificados) nos últimos 5 (cinco) anos.

De acordo com Francisca Odalice da Silva, da Coordenadoria Doenças Crônicas da Sesau, o projeto reúne em parceria também a Agência de Vigilância de Saúde do Estado (Agevisa), com atribuições amplas, a começar pelo comando desta campanha do Outubro Rosa e Outubro Roxo, que vai levar ao Condomínio Orgulho do Madeira, nos dias 14 e 15 próximos, das 8h às 18h, um conjunto de atividades direcionadas ao tema, e ainda, a Carreta do Hospital do Câncer, que fará exames e atendimentos médicos.

Ao lado da assistente social Stella Maris, da Coordenação de Sífilis da Agevisa, ela explicou que neste dia, a Carreta vai realizar os exames preventivos de câncer de mama (mamografia), colo uterino, atendimento médico, testes rápidos para HIV, sífilis, hepatites B e C, orientações dirigidas, imunizações (atualização da carteira de vacina para crianças e adultos), além dos atendimentos de caráter assistencial da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas) e, ainda, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), com orientações sobre agricultura familiar.

CÂNCER EM RONDÔNIA

Para Francisca Odalice, a questão fundamental é a conscientização das pessoas sobre essas doenças, eis que todas elas, se detectadas a tempo, são totalmente passíveis de cura. Daí a importância desse projeto do Governo de Rondônia realizado em parceria com os órgãos da saúde, que visa conscientizar as pessoas de modo geral, prevenir e detectar o aparecimento dessas doenças em fase inicial para realização de um tratamento eficaz.

Segundo os dados da Agevisa apresentados por Stella Maris, com exceção do ano de 2017, houve uma queda, pequena, mas gradativa nas ocorrências de óbito provocados pelo câncer de mama em Rondônia, com 79 casos em 2015 e 2016, 82 em 2017, 70 em 2018, e 42 até setembro de 2019. Pela ordem, os municípios com maior índice de ocorrências de óbitos, de acordo com o quadro da Agevisa são Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal e Ariquemes.

Os dados da sobre o número de óbitos provocados pelo câncer do colo uterino parecem ser ainda mais preocupantes, eis que atende a uma escala de crescimento gradativo (com pequenas oscilações) das ocorrências, com 50 mortes de mulheres em 2015, 60 em 2016, 58 em 2017, 55 em 2018 e 43 até setembro deste ano (2019), tendo, pela ordem, os municípios de Porto Velho, Ariquemes, Cacoal e Ji-Paraná na ponta com os maiores índices de mortes por câncer do colo uterino.

NÚMEROS DE SÍFILIS EM RONDÔNIA

De acordo com a assistente social Stella Maris, da Coordenação de Sífilis da Agevisa é fundamental a adoção de todas as orientações e medidas de caráter preventivo, principalmente a realização de exame pré-natal para as gestantes. Segundo ela, em 30 minutos é possível fazer os testes rápidos que podem detectar doenças como sífilis, hepatites e outras, todas passíveis de cura ou tratamento. “A gestante que faz o tratamento em tempo evita a transmissão da doença para o bebê”, avisou.

Ela apresentou os números da sífilis em Rondônia, tabulados pela Agevisa, referentes a 2018 e 2019, sendo que os números deste ano contemplam apenas o período de janeiro a setembro. De acordo com esses dados, a sífilis congênita (transmitida da mãe para o bebê) registrou 116 casos em 2018 contra 55 casos até setembro deste ano; a sífilis em gestantes atingiu nada menos de 391 casos em 2018, e preocupa os serviços de saúde do Estado, visto que já atinge 262 mulheres até setembro de 2019. Igualmente preocupante é o número da sífilis adquirida (transmitida principalmente pelas relações sexuais), que atinge a homens e mulheres, e que afetou 1.148 pessoas em 2018 e já registrou 614 casos até setembro de 2019.

Para ambas coordenadoras da Sesau e da Agevisa, a intenção do Governo do Estado é reduzir esses números, para amenizar o sofrimento das famílias e também diminuir os custos do Estado com internações e tratamento dessas doenças. “Por isso queremos convidar a comunidade do Orgulho do Madeira para que compareçam e participem das atividades do Outubro Rosa e Outubro Roxo, e levem suas crianças e façam seus exames”, disse Stella Maris, que anunciou novas atividades da campanha para o próximo dia 19 de outubro, Dia Nacional de Prevenção da Sífilis.

Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Lidiane Pereira/Agevisa
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Geral

Vídeo mostra travessia corajosa e perigosa na Zona Rural de Ji-Paraná

Publicado

em

Por

Devido as fortes chuvas que vem caindo desde a noite de sexta-feira, e durante todo dia de sábado, o Rio Molim acabou transbordando, causando transtornos e impedindo a passagem de veículos no local.

Imagens que circulam no whatsapp neste sábado (22), de um travessia corajosa, e ao mesmo tempo bastante perigosa, de um veículo no Rio Molim, que fica próximo a Nova Colina, Zona Rural de Ji-Paraná.

Devido as fortes chuvas que vem caindo desde a noite de sexta-feira, e durante todo dia de sábado, o Rio Molim acabou transbordando, causando transtornos e impedindo a passagem de veículos no local. Acontece que algumas pessoas tomadas pela coragem, e necessidade, acabam fazendo travessias bastante ousadas e perigosas.

No vídeo um homem amarra uma corda em um veículo Fiat Strada, que é puxado por uma Caminhonete, enfrentando uma correnteza fortíssima, em alguns momentos o veículo chega ser arrastado, quase descendo Rio abaixo, já no final da travessia a corda arrebenta e é substituída por um cabo de aço.

Confira o vídeo:

Fonte: Rondoniatual – Em Geral

Continue lendo

Geral

Estudante paga conta de luz de desconhecido após achar mais de R$ 300 em calçada em RO

Publicado

em

Por

Priscila Ferreira agora está procurando dono da conta para devolver troco e comprovante. “Só fiz o que gostaria que fizessem por mim”, comentou.

A estudante de pedagogia Priscila Ferreira, que mora ao lado de uma lotérica na Zona Sul de Porto Velho, achou R$ 316 junto com uma conta de energia na calçada de casa. Ela estava a caminho da lotérica para quitar algumas dívidas e aproveitou para pagar também a conta de energia encontrada. Caso aconteceu na última quarta-feira (20).

“Eu estava saindo de casa, quando fui trancar o portão vi um papel no chão e peguei para jogar no lixo. Mas depois percebi que era uma conta de energia no valor de R$ 314,22 e também tinha um dinheiro enroladinho. Eu fui pagar minha conta e paguei a dele também”, disse Priscila.

Após o pagamento, a lotérica devolveu pouco mais de R$ 1 para Priscila que agora está a procura de Geraldo Costa – nome que consta na conta – para devolver o troco e comprovante.

Priscila Ferreira encontrou e pagou conta de energia em Porto Velho — Foto: Facebook/Reprodução

“Tem um senhor que fica todos os dias na calçada ao lado da lotérica e conhece bastante gente, então estamos procurando Geraldo. Como na conta tem o nome do nosso bairro acho que ele mora aqui perto”, explicou a estudante, acrescentando que essa não foi a primeira vez que encontrou uma conta com dinheiro no chão.

“Da última vez foi uma conta de água e eu paguei também”, lembrou. Priscila diz que já teve problemas com corte de energia por isso não pensou duas vezes em ajudar. “Só fiz o que gostaria que fizessem por mim”, comentou.

A estudante compartilhou a boa ação nas redes sociais e os comentários parabenizam a atitude “Ainda existem pessoas boas nesse mundo!”, “belo exemplo”, dizem os internautas.

Fonte: G1/RO

Continue lendo

Geral

Nova Brasilândia sofre com as fortes chuvas, há linhas interditas e ponte levada pelas águas

Publicado

em

Por

A população de Nova Brasilândia amanheceu sob forte chuvas, e como o município possui muitos morros, quem sofre é a população devido aos alagamentos e pontes que acabam sendo levadas pelas fortes correntezas.

Há registros de diversos pontos das linhas que estão interditadas. Diversas imagens estão circulando pelas redes sociais, onde mostra o caos provocados pelas chuvas.

Na linha 138, lado sul, as águas estão por cima da estrada e a mesma está interditada. Na linha 15, lado norte, km 08, a situação é pior, devido as fortes correntezas a ponte acabou sendo carrega pelas águas.

Na linha 09, lado sul, mais precisamente no km 1,5, as águas passam por cima da estrada, provocado assim a interdição da estrada.

A Linha 13, lado norte, também está com o nível das águas acima da estrada, no km04, local que é normal em tempos de chuvas ter a estrada interditada.

Na linha 11, km 3,5, as águas passam por cima da estrada e consequentemente por cima da ponte. Na rodovia que liga Nova Brasilândia à Novo Horizonte também está com água passando por cima do asfalto.

Outras linhas também estão passando por problemas semelhantes.

A Prefeitura Municipal de Nova Brasilândia através da Secretaria de Obras deverá ter muito trabalho nos próximos dias até a solução de todos os danos provocados pelas chuvas.

Alerta

Em caso de enchentes como está, a população não deve tentar atravessar nestes locais, pois podem ter pontes, bueiros e até valas que podem acarretar em acidentes e até mesmo em tragédias fatais. Portanto evite sair de suas residências, e em casos extremos de emergências, procure sempre o acesso a travessões e acesso a outras linhas que estejam livres de enchentes.

Alta Floresta do Oeste

Há registros, de que na linha 47,5, sentido a Gease se encontra interditada, pois devido aa grande quantidade de chuva acabou danificando a estrada no local onde há instalado um dos tubos armicos.

Castanheiras

No município de Castanheiras, há registro de enchentes no mais em pastagens e as margens das estradas, há alguns pontos que a água chegou a subir acima do nível da estrada, mas até o momento não há registro de interdições.

Confira as imagens de diversos pontos

Rodovia que liga Nova Brasilândia à Novo Horizonte
Nova Brasilândia – Linha 11, km 3,5 (Imagem Rolim Notícias)
Nova Brasilândia – Linha 138, lado sul
Nova Brasilândia – Linha 15, lado Norte – Vídeo mostra ponte sendo levada pelas águas
Nova Brasilândia – Linha 09, lado Sul, Km 1,5 – Vídeo mostra o volume de água no local
Castanheiras – Linha na chegada da cidade
Alta Floresta – Linha 47,5 sentido a Gease (Imagem Floresta Notícias)

Da redação – Planeta Folha

Continue lendo

Publicidades

Tendências

%d blogueiros gostam disto: