Governo melhora rodovias, recupera pontes e intensifica ações na região Sul de Ro – Floresta Noticias
Conecte-se conosco

Geral

Governo melhora rodovias, recupera pontes e intensifica ações na região Sul de Ro

Publicado

em

O governo de Rondônia, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), está intensificando ações de melhorias da malha viária e recuperando pontes a região Sul do estado. As residências de Colorado do Oeste e Vilhena estão focadas em diversas frentes de serviços, segundo informa o engenheiro Diego Correia, responsável pela coordenação dessas unidades em Rondônia.

Na semana passada (17), em visita à residência de Vilhena, o engenheiro explicou que, entre outras ações, a equipe do DER está trabalhando na região de Chupinguaia, onde estão sendo patroladas e encascalhadas as rodovias, recuperando pontes, sendo que, na próxima semana, segundo Diego, os trabalhos se estenderão para RO-391, que liga Chupinguaia ao Trevo da Pedra, RO-370, a conhecida Rodovia do Boi, onde os serviços de melhoramentos das vias estarão sendo intensificados.

PONTES

Outra ação importante que está em andamento no Cone Sul, segundo o engenheiro, são as recuperações de pontes e pontilhões, “que estão, por determinação do governador Marcos Rocha, e do diretor geral do DER, Erasmo Meireles, sendo substituídas por tubos armco, sendo um serviço mais duradouro, evitando-se, assim, fazer manutenção constantemente”, explicou o Correia.

Com graves problemas de estrutura, a ponte do Rio Pimenta, que liga Novo Plano à Chupinguaia, está sendo totalmente  recuperada pelo governo estadual, segundo detalhou o engenheiro.

Em Colorado do Oeste, Correia acompanhou os serviços em andamento naquela região, como o de manutenção de rodovias estaduais, rebaixamento de morros na Rodovia do Boi, que antes bloqueavam o escoamento da produção. “Na próxima semana estaremos encascalhando e melhorando os trechos onde, na época da chuva, ocorriam os grandes atoleiros”, garantiu o engenheiro.

Fonte
Texto: Eraldo Erick
Fotos: Diego Correia
Secom – Governo de Rondônia

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Economia

Brasil tem 4,6 milhões de endividados sem capacidade de pagamento

Publicado

em

Por

No país, a população com carteira de crédito ativa atingiu 85 milhões de tomadores em dezembro de 2019

Foto: © Marcello Casal JrAgência Brasil

Cerca de 4,6 milhões de endividados no Brasil devem a instituições financeiras mais do que podem pagar. É o chamado, pelo Banco Central (BC), de endividamento de risco, formado por casos em que há inadimplência, comprometimento de renda, empréstimos em várias modalidades e renda abaixo da linha da pobreza.

No Brasil, a população com carteira de crédito ativa atingiu 85 milhões de tomadores em dezembro de 2019. Desse total, 5,4% ou 4,6 milhões de tomadores estavam em situação de endividamento de risco, informou hoje (4) o BC no Relatório de Economia Bancária.
 
Para fazer essa análise, o BC considerou como endividado de risco o tomador de crédito que atende a dois ou mais destes critérios: atrasos superiores a 90 dias no pagamento das parcelas de crédito; comprometimento da renda mensal acima de 50% devido ao pagamento do serviço das dívidas (pagamento de juros e amortizações do valor emprestado); várias modalidades de crédito simultaneamente: cheque especial, crédito pessoal sem consignação e crédito rotativo; renda disponível (após o pagamento do serviço das dívidas) mensal abaixo da linha de pobreza (R$ 439,03 mensais).

De acordo com o relatório, o percentual de endividados de risco é crescente com a idade, atingindo 7,8% da população endividada acima de 65 anos, praticamente o dobro do observado nos tomadores com até 34 anos (3,8%). Ou seja, dos 12,4 milhões de tomadores de crédito com idade acima de 65 anos, 1 milhão eram endividados de risco (7,8%). Entre 34 a 54 anos, o percentual é 4,9%, e entre 55 e 65 anos, 7,2%.
 
Quanto à faixa de renda mensal, a classe dos tomadores com renda entre R$ 5 mil e R$ 10 mil é a que apresenta a maior parcela de endividados de risco, 6,5%. Até R$ 1 mil, o percentual é 5,7%, entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, 4,7%, entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, 5,6%, acima de R$ 10 mil, 4,7%.

Fonte: Agência Brasil

Continue lendo

Destaques

Super Ofertas da Economia do Comercial Tradição nesta quinta, sexta e sábado

Publicado

em

Por

Continue lendo

Destaques

Comunicado Escola Padre Ezequiel Ramim, Cartão Alimentação

Publicado

em

Por

ATENÇÃO! A EEEFM PADRE EZEQUIEL RAMIN comunica aos responsáveis pelos alunos que possuem o BOLSA FAMÍLIA, que ainda não foram retirar o CARTÃO ALIMENTAÇÃO, para procurarem a escola, no período da manhã (das 8:00h às 12:00h) o mais rápido possível. Devem ter em mãos os documentos do responsável e do aluno e o Cartão Bolsa Família.

Fonte: Assessoria

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--

Tendências

Copyright © 2020 Portal de Notícias Floresta Notícias. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: